Saiba quando é a diplomação e posse de Lula, Helder, deputados e senadores eleitos

No caso do Pará, a cerimônia para entrega dos diplomas dos eleitos foi confirmada para o dia 21 de dezembro

O Liberal
fonte

No dia 12 de dezembro, será realizada a cerimônia de diplomação do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e seu vice, Geraldo Alckmin, às 14h, na sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília. A data do evento, marcada inicialmente para o dia 19 de dezembro, foi antecipada pelo presidente da Corte, Alexandre de Moraes, atendendo a um pedido do próprio Lula. Porém, o petista só assume o cargo de presidente no dia 1ª de janeiro, data da posse. Já os demais eleitos nas eleições 2022 – governadores, senadores, deputados federas e estaduais – são diplomados em datadas definidas pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).

No caso do Pará, a cerimônia para entrega dos diplomas foi confirmada para o dia 21 de dezembro, uma quarta-feira, a partir das 17 horas, no Hangar Centro de Convenções, em Belém, conforme divulgado pelo TRE no dia 3 de novembro. Procurada nesta quarta-feira (30) pelo Grupo Liberal, o Tribunal informou que a programação está mantida.

VEJA MAIS

image Diplomação de Lula é antecipada pela Justiça Eleitoral; saiba quando será
A entrega do diploma oficializa o resultado das urnas

image Eleições 2022: Diplomação dos eleitos no Pará será dia 21 de dezembro
Informação foi confirmada nesta quinta-feira, pelo TRE

Neste dia, serão diplomados, além do governador Helder Barbalho, todos os demais representantes escolhidos pelo eleitores do Pará aos cargos no Senado Federal, Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa. Porém, as posses serão em outras datas. Assim como o presidente da República, os governadores tomam posse no dia 1º de janeiro - a partir da eleição de 2026, a data mudará para 5 de janeiro do ano seguinte ao pleito, no caso do presidente, e 6 de janeiro, no caso do governador. Reeleito, Helder será empossado para um novo mandato de quatro anos. 

Já os eleitos para cargos no legislativo - senadores, deputado federal e estadual - tomam posse em 1º de fevereiro do próximo ano. No Pará, Beto Faro (PT) conquistou a única vaga aberta ao Senado. Para a bancada paraense na Câmara dos Deputados, dos 17 deputados federais escolhidos, 8 foram reeleitos.

Os deputados federais eleitos no Estado são:

  1. Dra Alessandra Haber (MDB) 
  2. Delegado Eder Mauro (PL) 
  3. Elcione (MDB) 
  4. Priante (MDB) 
  5. Renilce Nicodemos (MDB) 
  6. Júnior Ferrari (PSD)
  7. Dilvanda Faro (PT) 
  8. Celso Sabino (UNIÃO) 
  9. Antonio Doido (MDB)
  10. Keniston (MDB) 
  11. Andreia Siqueira (MDB) 
  12. Joaquim Passarinho (PL) 
  13. Delegado Caveira (PL) 
  14. Olival Marques (MDB) 
  15. Airton Faleiro (PT) 
  16. Henderson Pinto (MDB) 
  17. Raimundo Santos (PSD)

Veja mais: 

image Eleições 2022: veja os deputados federais eleitos no Pará
Vale destacar que, entre os 17 eleitos, nove são do MDB. Em seguida, vem o PL, com três eleitos

Na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), dos 41 deputados estaduais, 22 conseguiram se reeleger. Os próximos membros do parlamento estadual são:

  1. Chamonzinho (MDB)
  2. Iran Lima (MDB)
  3. Chicão (MDB)
  4. Cilene Couto (PSDB)
  5. Rogério Barra (PL)
  6. Erick Monteiro (PSDB)
  7. Adriano Coelho (PDT)
  8. Gustavo Sefer (PSD)
  9. Igor Normando (PODE)
  10. Dirceu Ten Caten (PT)
  11. Braz (PDT)
  12. Luth Rebelo (PP)
  13. Zeca Pirão (MDB)
  14. Ronie Silva (MDB)
  15. Paula Titan (MDB)
  16. Fábio Freitas (REPU)
  17. Carlos Vinicios (MDB)
  18. Angelo Ferrari (MDB)
  19. Martinho Carmona (MDB)
  20. Antonio Tonheiro
  21. Ana Cunha
  22. Diana Belo (MDB)
  23. Dr. Wanderlan (MDB)
  24. Eraldo Pimenta (MDB)
  25. Thiago Araújo (CIDA)
  26. Bob Fllay (PDT)
  27. Victor Dias (União)
  28. Andreia Xarão (MDB)
  29. Delegado Nilton Neves (PSD)
  30. Lu Ogawa (PP)
  31. Elias Santiago (PT)
  32. Maria (PT)
  33. Wescley Tomaz (PSC)
  34. Josué Paiva (Republicanos)
  35. Fábio Figueiras (PSB)
  36. Bordalo (PT)
  37. Delegado Toni Cunha (PSC)
  38. Lívia Duarte (PSOL)
  39. Renato Oliveira (PODEMOS)
  40. Aveilton Souza (PL)
  41. Coronel Neil (PL)

Veja mais: 

image Eleições 2022: veja os deputados estaduais eleitos no Pará
Confira a lista com os 41 eleitos que ocuparão a Alepa

Diplomação x posse

Na diplomação, a Justiça Eleitoral confirma que o político cumpriu todas as formalidades previstas na legislação eleitoral e está apto a exercer o mandato. Por isso, o ato é indispensável para que os candidatos eleitos possam tomar posse nos cargos que disputaram nas urnas.

O evento organizado pela Justiça Eleitoral marca o encerramento do processo eleitoral, com a entrega dos respectivos diplomas, habilitando os candidatos ao exercício do mandato. Já a posse é o momento em que se inicia o mandato político dos parlamentares eleitos, quando eles, oficialmente, assumem o cargo para o qual foram escolhidos pelos eleitores.

Veja as datas

  • Diplomação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do vice Geraldo Alckmin: 12 de dezembro
  • Diplomação do governador Helder Barbalho: 21 de dezembro
  • Posse do presidente e dos governadores: 1º de janeiro
  • Posse dos senadores, deputados federais e estaduais: 1º de fevereiro
Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA