Polícia Federal indicia Roberto Jefferson por quatro tentativas de homicídio

Seap informou que o ex-deputado deve passar por uma audiência de custódia ainda hoje

Emilly Melo
fonte

O ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB) foi indiciado pela Polícia Federal (PF) a quatro tentativas de homicídio durante operação na qual ele resistiu a cumprir o mandado de prisão preventiva e atirou contra os policiais. Com informações do Uol.

VEJA MAIS

image Ex-deputado Roberto Jefferson está em presídio de Benfica e aguarda audiência de custódia
Jefferson foi preso por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do STF

image Padre Kelmon pediu que Roberto Jefferson entregasse armas à Polícia Federal
Roberto Jefferson estava proibido de usar as redes sociais, mas disparou vídeos e teve a prisão domiciliar revogada

image Roberto Jefferson se entrega à Polícia Federal e já está preso
Ele resistiu por 8 horas desrespeitando ordem do STF 

Ao reagir contra a decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), em sua casa na cidade de Comendador Levy Gasparian (RJ), Jefferson deixou dois agentes da corporação feridos, atingidos por estilhaços. Um deles chegou a ser atingido na cabeça, mas todos passam bem.

No fim da tarde de domingo (23), a Justiça expediu uma nova ordem de prisão. "Diante de todo exposto, independentemente do horário, determino à Polícia Federal que cumpra a ordem de prisão expedida e/ou a prisão em flagrante delito. A intervenção de qualquer autoridade em sentido contrário, para retardar ou deixar de praticar, indevidamente o ato, será considerada delito de prevaricação", dizia o texto. Roberto Jefferson se entregou na sequência, por volta das 19h, após ficar cercado por horas. 

Jefferson está detido no presídio de José Frederico Marques, em Benfica, no Rio de Janeiro, e deve passar por uma audiência de custódia no local ainda nesta segunda-feira (24), segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Keila Ferreira, coordenadora do Núcleo de Política)

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱

Palavras-chave

Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA