CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Julgamento Bolsonaro: Ministro relator lê resumo da ação contra ex-presidente; veja o relatório

Ação pede inelegibilidade de Jair Bolsonaro e Walter Braga Netto, candidatos a presidente e vice-presidente nas Eleições de 2022

O Liberal
fonte

O julgamento pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do processo que pode deixar o ex-presidente Jair Bolsonaro inelegível pelo prazo de 8 anos começou, na manhã desta quinta-feira (22), com a leitura do relatório do ministro Benedito Gonçalves, que foi disponibilizado para consulta pública no dia 1º de junho.

Veja aqui o relatório de Benedito Gonçalves

O relatório contém o resumo da tramitação da ação na Corte, informando as diligências solicitadas, os depoimentos tomados, as perícias e as providências requeridas pelo relator na etapa de instrução processual. Após a leitura, o presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, concederá a palavra, da tribuna, aos advogados de acusação e aos de defesa das partes envolvidas na ação.

Em seguida, será a vez do representante do Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral) apresentar o parecer do órgão sobre a ação. Depois dessas etapas, o ministro relator Benedito Gonçalves apresentará o seu voto na ação. Por fim, os demais ministros podem votar.

VEJA MAIS

image Bolsonaro embarca para Porto Alegre em dia de julgamento que pode torná-lo inelegível
De acordo com o PL, ida do ex-presidente para a capital gaúcha faz parte do roteiro de viagens pelo Brasil com o objetivo de fortalecer a legenda para as eleições municipais de 2024

image Começa hoje o julgamento que pode deixar Bolsonaro inelegível; entenda o processo
Ação é movida contra o PDT, que afirma ter havido abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação pelo ex-presidente em 2022

image Veja o passo-a-passo do julgamento que pode tornar Bolsonaro inelegível
Tribunal Superior Eleitoral (TSE) dá início ao julgamento nesta quinta-feira (22)

image Bolsonaro diz não ver motivos para perder direitos políticos e defende arquivamento de ação
Declaração ocorreu na véspera de julgamento que pode tornar o ex-presidente inelegível

Além de Bolsonaro, candidato à reeleição nas eleições 2022, a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) 0600814-85 pede a inelegibilidade de Walter Braga Netto, candidato a vice na mesma chapa do presidente. No processo, apresentado pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), Bolsonaro é julgado por abuso político e uso indevido dos meios de comunicação, em razão das suas declarações que colocavam em dúvida a segurança das urnas e do processo eleitoral, durante uma reunião com embaixadores no Palácio da Alvorada, em julho de 2022. . 

De acordo com o TSE, foram destinadas três sessões para a análise do processo. Ou seja, além da sessão desta quinta, o Tribunal poderá prosseguir com o julgamento nas sessões da próxima terça e quinta-feira (27 e 29), também com início previsto para as 9h. 

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA