Jornalista Chico José vai debater sobre cobertura da Amazônia

Chico José tem experiência na produção de reportagens especiais na região

Fabrício Queiroz
fonte

Belém recebe a partir desta quinta-feira, 13, a segunda edição do Festival Ambienta – Música, Arte e Meio Ambiente. Durante a programação, que ocorre até o sábado, 15, apresentações de artistas locais e nacionais, oficinas e um mutirão de limpeza vão ocorrer em diferentes locais da cidade. Além disso, o evento promove um fórum com a participação do jornalista Chico José, que vai apresentar uma palestra com o tema “O desafio das grandes reportagens na Amazônia”.

Com mais de 40 anos dedicados ao jornalismo, Chico José tem no currículo a experiência de realização de mais de 2 mil reportagens para a TV Globo, incluindo mais de 100 edições do "Globo Repórter", com destaque para a edição com os indígenas enawenê nawê, que habitam no estado do Mato Grosso em um território que se estende desde a Amazônia Legal até a Mata Atlântica.

VEJA MAIS

image Festival Ambienta traz música instrumental do GEM e Trio Manaria
A apresentação será no Teatro Gasômetro, dia 14 de outubro

image Criolo retrata luto e fé em álbum e fala da felicidade de retornar a Belém
O artista é uma das principais atrações do Festival Ambienta

Para o jornalista esse caso é emblemático das particularidades que envolvem a produção de reportagens na Amazônia. “A maior dificuldade é o acesso, para gravar imagens e comprovar as atividades ilegais. Dos 103 programas Globo Repórter que fiz, 17 foram na Amazônia. Invasão de terras indígenas, tráfico de drogas na fronteira, descasos das autoridades às comunidades ribeirinhas. E sempre que chagamos com as câmeras para documentar tudo. Sofremos ameaças, intimidações e xingamentos daqueles que se acham poderosos, com apoio político e agem como se fossem donos da Amazônia, descumprindo as leis de preservação”, relata.

Chico José avalia que esses e outros desafios ainda estão presentes na rotina dos profissionais da imprensa da região, vide o recente assassinato do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Philips, no estado do Amazonas. “Em 1996, fiz o Globo Repórter no Vale do Javari. Denunciei trabalho escravo dos madeireiros que ficavam na floresta com as motosserras e eram explorados pelos políticos que vendiam a madeira. Comprovamos matanças de índios. Tráfico de drogas. Pelo visto, 26 anos depois, a rotina da violência continua. Vamos ver se há uma mudança, com o combate à impunidade”, declara o jornalista, que defende que a atuação da imprensa se paute pela divulgação de iniciativas de conservação e desenvolvimento sustentável, bem como pela denúncia dos crimes que ocorrem na região.

A palestra com Chico José no Fórum Ambienta será realizada nesta quinta-feira (13), no teatro Estação Gasômetro, a partir das 19h. A entrada é gratuita. Mais informações no perfil do Instagram: @festival_ambienta.

Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA