Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Daniel Silveira ignora restrições e vai à festa que termina em confusão

Homem acaba espancado por policiais após uma discussão sem a participação do deputado

O Liberal

A decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes de que Daniel Silveira (União Brasil) não poderia participar de eventos públicos em todo o território nacional foi descumprida. Imagens de câmeras de segurança de um clube na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, mostram Silveira entrando no lugar por volta das 16h do último sábado (9). Houve confusão no evento, mas sem a presença do parlamentar. As informações são do G1 Rio de Janeiro.

O deputado Daniel Silveira teve restrições impostas pelo Supremo Tribunal Federal e está usando tornozeleira eletrônica, sendo impedido de participar de eventos públicos e de viajar para fora do Estado do Rio de Janeiro se não for para assuntos ligados ao seu mandato parlamentar.

Na festa, dois policiais militares que afirmavam estar com o deputado agrediram o proprietário do clube, David Quintela de Souza, depois de discutir porque queriam botar o próprio som no local.

"Eles estavam querendo mostrar autoridade. Inclusive, ele trouxe aqui aquele deputado Daniel Silveira. E falando pra todo mundo, da confusão, ele falava assim: ‘Olha, eu trouxe o Daniel Silveira pra Marina, ele é meu convidado'."

VEJA MAIS

'Tem vida própria', diz Daniel Silveira sobre tornozeleira da PF
Parlamentar pede substituição do dispositivo alegando que ele vibra e pode até ter ‘escuta’

Supremo confirma decisão de Alexandre de Moraes contra Daniel Silveira
Maioria dos ministros entende que parlamentar deve responder por descumprir ordem

Daniel Silveira recua e vai à PF colocar tornozeleira eletrônica
Deputado chegou a dormir no gabinete da Câmara dos Deputados para tentar burlar ordem do STF

Procurada pela TV Globo, a defesa de Silveira disse que não conseguiu localizar o deputado para que ele próprio se explicasse sobre a presença na festa que acabou em confusão.

O dono do clube relatou ter sido espancado por policiais após uma discussão. Segundo ele, os agressores disseram ter convidado Silveira para a festa. Não há indício da participação do deputado na confusão.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA