Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Damares: ‘Posso pedir prisão de oito anos para pessoas que me agrediram com frases?’

Ex-ministra se solidarizou com o deputado Daniel Silveira, que foi condenado pelo STF

O Liberal

A ex-ministra Damares Alves fez uma postagem no Twitter, referindo-se à condenação do deputado Daniel Silveira (PTB-RJ) pelo Supremo Tribunal Federal (STF), questionando se poderá exigir o mesmo tipo de pena para as pessoas que a ameaçam.

Damares escreveu: “É isto mesmo? Eu posso agora pedir condenação de OITO ANOS de prisão para as centenas de pessoas que me agrediram com frases me ameaçando, falando que queriam me matar, esquartejar, quebrar meu rosto, furar meus olhos, me queimar viva, sequestrar e estuprar minha filha?”

VEJA MAIS

Daniel Silveira preso: entenda o que pode acontecer com o deputado após ser condenado pelo STF
Decisão do STF emitida na quarta-feira (20/04) condenou o deputado Daniel Silveira (PTB-RJ) a 8 anos e 9 meses de prisão, além de cassação de mandato, pagamento de multa e perda de direitos políticos

Indicado por Bolsonaro, ministro André Mendonça responde às críticas por voto no caso Silveira
Magistrado se manifestou pelo Twitter afirmando que não foi chamado para endossar atos que incitem a violência

‘Fascista’, ‘falência da democracia’; políticos paraenses repercutem condenação de Daniel Silveira
Apoiadores do ex-presidente Lula concordaram com a condenação, enquanto aliados do presidente Jair Bolsonaro criticaram a sentença

Na quarta-feira (20), o STF condenou o deputado federal Daniel Silveira a oito anos e nove meses de prisão em regime fechado, após estímulos a ataques antidemocráticos e contra instituições, incluindo o próprio STF. Silveira ainda pode recorrer ao próprio Supremo. A prisão só deve ser executada quando não houver mais possibilidades de recurso.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA