Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Bolsonarista revela romance de Damares com homem casado: ‘Ela pode cair’

Além do caso amoroso, a ministra ainda teria acionado o blogueiro para perseguir adversários

O Liberal

O jornalista bolsonarista Oswaldo Eustáquio, investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no inquérito sobre os atos antidemocráticos, conhecido pela produção de fake news, voltou suas armas contra uma ex-aliada: a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH), Damares Alves. As informações são da Revista Veja.

Em uma carta enviada a 30 pessoas, incluindo pastores, em junho de 2021, Eustáquio revela suposto caso amoroso da ministra com o ex-assessor de parlamentares da bancada evangélica Humberto Lúcio Lima, que é casado. Segundo o blogueiro, o romance extra-conjugal teria destruído a família do ex-assessor.

VEJA MAIS:

Ministra Damares afirma no Marajó que as propostas serão concluídas no mandato de Bolsonaro Durante visita à ilha , a ministra diz que não vai 'dormir em paz' se não resolver os problemas

Em vídeo, Damares fala da emoção de estar no Marajó: 'a gente vai dançar carimbó' Comitiva presidencial estará em Breves nesta quinta, para anunciar mais de 100 ações do governo federal em prol do arquipélago

A divulgação do suposto caso repercutiu no meio evangélico. Conselheiro de Bolsonaro, o pastor Silas Malafaia disse que, confirmado, o caso seria motivo de demissão de Damares do governo.

“Tem que ver isso se é verdade, não estou dizendo que é. Mas, se for, ela pode cair”, disse à Veja sobre a ministra, que é cotada por Bolsonaro para ser vice na chapa em 2022.

A carta ainda aponta que o jornalista foi acionado pela própria Damares para perseguir adversários que poderiam assumir o MMFDH, como foi o caso do pastor e deputado Marcos Feliciano. “Damares me ligou e (...) disse que seria importante ‘tirar Feliciano do caminho’”, escreveu Eustáquio, que publicou uma matéria sobre supostos casos de amantes e filhos fora do casamento do político. 

Damares quer que Netflix retire do ar filme ‘Lindinhas’ Ministra, que já criticou Bob Esponja, Popeye e Pica-pau, afirma que filme sexualiza as crianças

O jornalista se diz arrependido. Procurado pela Veja, Feliciano confirmou que Eustáquio o procurou para pedir desculpas. “Como cristão, quando libero perdão, coloco o assunto no esquecimento”, diz o deputado,

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA