Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Após decisão da Justiça, prefeito de Itaituba se retrata por declarações sexistas

Em um evento realizado no dia 5 de março, ele afirmou que iria 'comer mais de 20' mulheres. Vídeo viralizou na internet

Fabrício Queiroz

O prefeito de Itaituba, Valmir Climaco (MDB), publicou na tarde desta quarta-feira (20), uma carta de retratação pelas declarações de cunho sexista flagradas e divulgadas em vídeo que circulou nas redes sociais em 5 de março deste ano.

VEJA MAIS

Justiça define multa de R$ 40 mil a prefeito de Itaituba por danos morais a mulheres
Valmir Climaco havia aparecido em vídeo dizendo ‘eu vou comer mais de 20’

'Eu vou comer mais de 20', solta prefeito paraense em festa ao tirar a blusa; veja!
Imagens de redes sociais sugerem que Valmir Climaco poderia estar sob forte efeito de álcool

O pronunciamento veio após Climaco ter sido sentenciado a se retratar publicamente e a pagar multa no valor de R$ 40 mil a ser depositada na conta do Conselho Municipal de Direito das Mulheres de Itaituba. A decisão foi do juiz da 1ª Vara Cível e Empresarial, José Leite de Paula Neto em atendimento a ação ajuizada pelo Ministério Público do Estado do Pará (MPPA).

Na carta de retratação, ele ressalta que se apresenta não na condição de prefeito do município, mas de “cidadão íntegro, pai de família e empresário”. Climaco diz ter “íntegro e irrestrito respeito por todas as mulheres, independente de religião, raça, cor, credo ou posicionamento social", declarou. "Em minha trajetória de vida sempre convivi com a mais pura consideração pelas mulheres, tanto na área familiar, empresarial ou no campo político”.

Em outro trecho da carta, Valmir Climaco reflete sobre o conteúdo das falas proferidas na festa em que estava presente: “Naquela ocasião, reconheço que errei motivado por um momento de descontração desferindo palavras de baixo calão, de ofensas desnecessárias, que repercutiram nas mídias sociais, sem consentimento”, reflete.

O prefeito afirma ainda que “as mulheres merecem serem tratadas com respeito, consideração e dignidade pela importância que elas têm como mães, esposas, e, acima de tudo, como seres humanos”, e conclui: “Assim, reforço meus pedidos de desculpas e respeito por todas as mulheres”.

Relembre o caso

Valmir Climaco foi filmado em uma festa realizada no município de Itaituba no dia 5 de março. No vídeo, ele aponta para mulheres presentes no evento e disse que iria se relacionar sexualmente com cada uma delas. "Eu tô aqui dizendo o seguinte: eu vou comer aquela, vou comer aquela... Pelo que eu já conferi aqui, eu vou comer mais de 20, porque eu nunca vi tanta mulher bonita".

Os promotores Ociralva Tabosa e Nadilson Portilho ajuizaram uma ação contra o prefeito apontando o teor misógino das declarações, destacando que Climaco “agiu com desprezo e preconceito contra as mulheres. A sua conduta demonstra que para ele as mulheres são inferiores aos homens, o que resta bem claro pelo conceito de misoginia”.

Na ação, foi pedido o bloqueio de bens do prefeito no valor de R$ 200 mil reais, pagamento de indenização por danos morais e materiais a todas as vítimas, além do pagamento de indenização por danos morais coletivos e danos sociais, no valor de R$ 200 mil reais. Na audiência virtual presidida pelo juiz José Leite de Paula Neto ficou definido que a retratação pública deveria ser publicada nas redes sociais em até 30 dias e que Climaco deve pagar R$ 40 mil reais em quatro parcelas, com depósito direto na conta do Conselho Municipal de Direito das Mulheres de Itaituba.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA