logo jornal amazonia

Vigilante é morto na empresa onde trabalhava, em Ananindeua, durante troca de turno

Vítima foi assassinada com três tiros no tórax

Dilson Pimentel
fonte

Um vigilante, identificado como Luiz Patrício da Silva, de 55 anos, foi assassinado a tiros, na manhã desta quarta-feira (14), dentro da empresa onde trabalhava, na passagem Santa Maria, no bairro Atalaia, em Ananindeua. O crime ocorreu por volta de 7h30, durante a troca de turno dos vigilantes

VEJA MAIS

image 'Hétero Top': Maurício Filho tem habeas corpus negado pela Justiça e segue preso
Maurício deixou a central de triagem e já está no complexo penal do Estado, que fica em Americano

image Quatro crianças são encontradas mortas com marcas de facada e asfixia; pai é o suspeito
As quatro crianças são filhas do suspeito com a mesma mãe, uma mulher de 24 anos, que tem uma medida protetiva contra o ex-parceiro

O tenente Pedro Frazão, do 6º Batalhão da Polícia Militar (6º BPM), disse que o vigilante Luiz Patrício da Silva, 55, trabalhava na empresa há 25 anos. Ainda não se sabe se houve luta corporal, mas a vítima foi morta com três tiros no tórax.

De acordo com o tenente, provavelmente mais de uma pessoa praticou o crime. A arma do vigilante, um revólver calibre 38, também foi roubada. Policiais civis e militares e a Polícia Científica estiveram no local. Os PMs também fazem buscas na área do ocorrido, que é cercada de mata. Mas, nesse primeiro momento, ninguém foi preso.

PM informou que vigilante trocou tiros com os assaltantes

Em nota, a Polícia Militar informou que, na manhã desta quarta-feira (14), suspeitos tentaram efetuar um roubo em uma empresa em Ananindeua, quando o vigilante do local percebeu a situação e trocou tiros com os suspeitos. O segurança foi alvejado e não resistiu aos ferimentos. Agentes da Polícia Científica realizaram a retirada do corpo no local. Militares do 6° Batalhão intensificaram as buscas na região para identificar e prender os suspeitos.

Segundo a Polícia Civil do Pará (PCPA), equipes do órgão de segurança foram dirigidas até a cena do crime para coletar informações que possibilitem elucidar as circunstâncias, bem como a autoria do crime. Informações que auxiliem nas investigações podem ser repassadas pelo disque denúncia 181. O sigilo é garantido.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA