Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

'Caso venha falecer, que eu tenha amigos leais', disse vítima ao lembrar de Marília Mendonça

A jovem relembrou a morte trágica da cantora sertaneja e ressaltou o importante papel dos amigos no leito de morte

O Liberal

Um dia antes de ser vítima de um ataque no conjunto Sideral, em Belém, Édrica Moreira, de 19 anos, compartilhou uma publicação sobre a lealdade dos amigos no leito de morte. A jovem relembrou a morte trágica da cantora sertaneja Marília Mendonça e ressaltou o importante papel dos amigos em momentos difíceis.

LEIA MAIS

Morre jovem de 19 anos baleada no Sideral; suspeito segue foragido Segundo uma irmã da estudante, Édrica foi atingida por quatro tiros, sendo dois abdômen, um na perna e um no braço

No Sideral, jovem sofre tentativa de feminicídio e família pede doação de sangue A vítima teria sido baleada pelo ex-namorado. Uma amiga da jovem também foi atingida

"Eu espero que, se um dia, caso eu venha falecer, eu tenha amigos leais igual à Maiara e Maraisa e Henrique e Juliano, que estiveram com a Marília Mendonça até o último momento dela aqui", dizia a postagem compartilhada por Édrica.

Pelo menos ao longo de uma semana antes de morrer, a jovem também compartilhou diversas publicações sobre relacionamentos amorosos e, principalmente, sobre reatar com o ex. 

Vítima de feminicídio no Sideral falou sobre perdão dois dias antes de ser assassinada Édrica Moreira, de 19 anos, morreu na manhã desta segunda-feira (15), após ter sido baleada pelo ex na última quinta-feira (11)

Em uma delas, publicada dois dias antes do ataque, a jovem também publicou uma postagem sobre perdão. "Climinha bom para perdoar e reatar", diz a publicação. Ao que Édrica escreveu: "Me tira desse Facebook, por favor".

Entenda o caso

Édrica Moreira, de 19 anos, estava acompanhada de uma amiga quando foi alvo de um ataque no conjunto Sideral, em Belém, por volta das 22h30 da última quinta-feira (11). Segundo uma irmã da jovem, ela teria sido atingida por pelo menos quatro tiros: dois no abdômen, uma na perna e outro no braço. 

As vítimas estavam voltando para casa, depois de lancharem juntas, quando foram abordados um veículo parou ao lado delas. Do bando de trás, um homem anunciou o assalto e, antes que as amigas pudessem entregar os pertences, os disparos de arma de fogo tiveram início. Édrica foi mais atingida. Já a amiga foi baleada na perna e passa bem.

Militar suspeito de matar ex-namorada em Belém segue foragido Edisandro de Jesus da Costa, de 32 anos, é 3º sargento do Exército Militar Brasileiro

A família da jovem acredita que o ex-namorado dela seja o responsável pelo crime, já que ela já havia sofrido agressões e ameaças por parte dele. O relacionamento dos dois teria durado cerca de três meses, e há um mês, a jovem rompeu com o militar, que não aceitou o término do relacionamento. No final de outubro, a jovem procurou a polícia e pediu uma medida protetiva contra o ex-namorado. O suspeito segue foragido.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA