Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Operação Áquila II bloqueia R$ 1 milhão no Pará e em mais cinco estados

Polícia Civil do Pará, em apoio à PC de Pernambuco, tenta cumprir mandado de prisão contra uma mulher, em Itaituba

O Liberal

Nesta segunda-feira (11), policiais civis realizaram nova edição da Operação Áquila II, no Pará, e em outros cinco estados. Procurada, a Polícia Civil do Pará informou que, em apoio a Polícia Civil de Pernambuco, realiza diligências para cumprir um mandado de prisão contra uma mulher, no município de Itaituba, no sudoeste paraense.

Considerando as investigações gerais, nos seis estados, os agentes querem cumprir um total de 18 mandados judiciais de prisão contra suspeitos de crimes como tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, roubo de cargas e extorsão mediante sequestro.

A Justiça também determinou, segundo a Polícia Civil, o bloqueio de R$ 47 milhões em ativos financeiros e sequestro de bens, que totalizam cerca de R$ 1 milhão. Todos os mandados de prisão foram expedidos pela 12ª Vara Criminal da Comarca de Recife.

No estado de Recife, estão no radar da operação, no entanto, endereços localizados em Olinda, Paulista, Igarassu e Jaboatão dos Guararapes, todos municípios do chamado Grande Recife. A informação é de que a PC busca suspeitos também em municípios de Mato Grosso, Rondônia, Tocantins e Acre. Entre os bens sequestrados, estão uma granja e veículos.

Sobre a operação Áquila II

A operação é comandada pelo estado de Pernambuco, e é um desdobramento de outra realizada em outubro de 2021, que resultou na prisão de 25 pessoas. Na época, a polícia identificou um esquema em que grupos criminosos enviavam dinheiro para contas no Acre para obter drogas como maconha e cocaína na Bolívia. Além disso, havia lavagem de dinheiro através da compra de imóveis, cavalos, suínos e bovinos.

As investigações, iniciadas em maio do ano de 2020, são comandadas pelo delegado Ivaldo Pereira, titular do Grupo de Operações Especiais (GOE), de Recife. Além de agentes pernambucanos, a operação tem o apoio da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) e das polícias civis dos estados citados.

Entre os alvos, há pessoas que já estão no sistema prisional, mas a polícia não divulgou quantos são.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA