CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X
logo jornal amazonia

Sonda perfuratriz avaliada em R$ 340 mil é apreendida em rodovia paraense

O caminhão não obedeceu à ordem de parada na unidade fazendária e foi perseguido por viaturas da Polícia Militar e da Sefa

O Liberal
fonte

Fiscais da Coordenação de Controle de Mercadorias em Trânsito do Araguaia, da Secretaria da Fazenda do Pará (Sefa), apreenderam na última quinta-feira (13/06) uma sonda perfuratriz avaliada em R$ 340 mil, cuja nota fiscal informava que o equipamento teria saído de Goiânia (GO) e tinha como destino a cidade de Imperatriz (MA). A apreensão aconteceu no km 15 da PA-447, em Conceição do Araguaia, no sudeste do Estado.

VEJA MAIS

image Sefa apreende quase 3 milhões de litros de óleo diesel em Juruti
Mercadoria estava em uma balsa no Rio Amazonas, na altura da cidade de Juruti com destino a Itaituba

image Caminhonete avaliada em mais de R$ 340 mil é apreendida após ser flagrada sem placa no Pará
Além de estar sem a placa de identificação do automóvel, a caminhonete não obedeceu ordem de parada, sendo perseguido por viaturas da Sefa e da Polícia Militar

image Quase 500 pares de tênis falsificados são apreendidos em Conceição do Araguaia
A mercadoria tinha como destino várias cidades do sudeste paraense e foi avaliada em R$ 73.800,00

“O caminhão não obedeceu à ordem de parada na unidade fazendária e foi perseguido por viaturas da Polícia Militar e da Sefa, sendo trazido de volta ao posto fiscal. O condutor apresentou documentação fiscal referente a uma 'venda fora do estado' de uma empresa de Goiânia. Foi solicitado o contrato de prestação de serviço, mas apenas um contrato de compra e venda da máquina foi apresentado. Além disso, após consulta ao sistema constatou-se que a empresa possui inscrição estadual ativa no estado do Pará, na cidade de Parauapebas”, informou o coordenador da unidade Sefa no Araguaia, Cicinato Oliveira.

A situação foi caracterizada como quebra de trânsito, que ocorre quando a nota fiscal informa um local para entrega da mercadoria e a carga vai para outro destino, numa tentativa de burlar a fiscalização e evitar o recolhimento do imposto. Foi gerado um Termo de Apreensão e Depósito (TAD) no valor de R$ 116.280,00.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA