logo jornal amazonia

Receita Federal apreende cerca de 20 kg de drogas em encomendas dos Correios, na Grande Belém

O trabalho de localizar a carga da droga foi realizado pela equipe K9

Fabyo Cruz
fonte

Cerca de 20 quilos de entorpecentes foram apreendidos pela Receita Federal, nesta terça-feira (22), por volta das 10h30, dentro de três pacotes de encomendas postais do Centro de Distribuição dos Correios, no bairro do Coqueiro, em Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém (RMB).  A droga, conhecida como "skunk" ou "supermaconha", veio do Rio Grande do Sul e Mato Grosso com destino à Grande Belém

VEJA MAIS

image PM desmonta boca de fumo, prende um suspeito e apreende 82 porções de oxi em Salvaterra
Além disso, foram apreendidos R$ 431,00 em espécie.

image Homem com suposto histórico de tráfico de drogas é morto a tiros em Ananindeua
Werlleson Gustavo Rodrigues dos Santos, de 26 anos, foi alvejado por dois em uma moto no bairro 40 Horas

image Mulher é presa após seu companheiro ser denunciado por tráfico e ameaças à comunidade, em Mosqueiro
Ela confessou a venda de drogas na sua residência. 110 petecas de oxi e uma pedra de 50g da mesma substância foram apreendidas em caixa d'água

image Os entorpecentes foram encaminhados à Polícia Federal para as investigações (Divulgação/Receita Federal)

Um dos pacotes, o maior deles, chegou à cidade por engano. A droga que saiu do Mato Grosso tinha como destino a capital do Acre, Rio Branco. Somente as outras duas embalagens foram endereçadas à Região Metropolitana. O trabalho de localizar a carga da droga foi realizado pela equipe K9 com o cão farejador da Receita Federal. Os entorpecentes foram encaminhados à Polícia Federal para as investigações. As informações foram repassadas pela Receita à reportagem de O Liberal.

A Redação Integrada de O Liberal solicitou mais detalhes sobre a apreensão à Receita Federal

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA