Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Polícia procura homem que agrediu cadela pitbull em São Miguel do Guamá

O uso de violência contra a cadela se deu logo após o animal e mais dois cães da mesma raça, fugirem de casa e atacarem um cão vira lata

Patrícia Baía

Foi instaurado inquérito policial sobre o caso da pitbull agredida na orla do município de São Miguel do Guamá, nordeste do estado, na noite deste domingo (5). De acordo com o delegado Ronaldo Lopes, a polícia está a procura de um mototaxista que bateu na cabeça do animal com um pedaço de madeira.

O uso de violência contra a cadela se deu logo após o animal e mais dois cães da mesma raça, fugirem de casa e atacarem um cão vira lata.

VEJA MAIS

Pitbull sem coleira e sem focinheira ataca mãe e filho em shopping; veja
Os dois estavam passeando com o pai do menino quando foram atacados pelo cachorro

Pit-bull ataca e mata bebê recém-nascido de 21 dias
O bebê foi socorrido por familiares mas não resistiu aos ferimentos

Perícia deve esclarecer ar causas da morte de cadela pit bull em Ourém
O procedimento atendeu a um pedido da Polícia Civil e tem como objetivo combater o crime de maus-tratos

O dono dos pit bulls, o empresário Silvio Cássio, e populares bateram muito nos amimais para que eles soltassem o cachorro que estava sendo atacado. “Foi necessária essa ação, mas o que chocou a todos que estavam lá e a mim foi o mototaxista ter batido com um pedaço de madeira na cabeça da minha cadela, mesmo depois dela ter soltado o cachorro. Eu pensei que ela tinha morrido”, contou.

As cenas foram filmadas por um morador e divulgadas em redes sociais e grupos de Whatsapp do município. As imagens mostram a pit bull apanhando com cadeiras, pedaços de madeira e até um cone de trânsito.

O dono dos animais prestou socorro e pagou as despesas veterinárias com o cachorro que foi atacado por seus pitbulls e na tarde desta segunda-feira (6) foi até a delegacia registrar um boletim de ocorrência. “Eu quero justiça. Fui fazer a queixa contra esse homem que todos conhecem por ‘Porrete’ e ele já está sendo procurado. Sua prisão é questão de horas”, disse Silvio Cássio.

Menina de 10 anos é perseguida e atacada por cão pit-bull
Crianças estaria brincando em um parquinho quando o animal se aproximou

Menino de quatro anos morre após ser atacado por cão pit bull
Mãe ainda tentou salvar o filho com uma faca contra o animal

Todos os cachorros envolvidos na briga passam bem. “O cão atacado já teve alta e passa bem, mas a minha cadela apesar de estar bem, está muito triste”, informou.

Os animais fugiram de casa no momento em que uma funcionária entrou no imóvel, há cerca de 50 metros da orla de São Miguel. Na hora os cães estavam bastante agitados porque na frente da residência estava uma cadela no cio com outros cachorros em volta.

“Por causa dessa situação eles ficaram estressados, mas são cães muito dóceis e convivem com meus netos, porém não aceitam outros cachorros. E no descuido da funcionária eles fugiram”, contou o dono.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA