Polícia flagra roubo de carga dos Correios e prende três na Alça Viária

Redação Integrada

Wenner Sampaio dos Santos, 25 anos; Renan Guimarães Lima, 21 anos; Vinicius Daniel Claro da Conceição, 19 anos; foram presos em flagrante pelo crime de roubo qualificado, logo após assaltarem um caminhão baú da empresa Expresso Taveira, prestadora de serviço de transporte de cargas e encomendas à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), na manhã desta sexta-feira (07), na altura do Km 58 da Alça Viária. Os três são naturais de Barcarena e apenas um tem passagem pelo crime de tráfico de drogas e respondia em liberdade. 

O trio rendeu o motorista do caminhão-baú, e rapidamente pôs parte do roubo num Hunday Sonata, de cor preta, com o qual já fugiam, no entanto ao sairem de um ramal deram de frente com uma viatura da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (DRFC), momento em que desobedeceram a ordem de parada, e foram atingidos pelos disparos dos policiais.

Os suspeitos foram presos em flagrante e simultaneamente levados para atendimento médico no Hospital Metropolitano, em Ananindeua, onde permaneceram por toda à tarde desta sexta-feira. No início da noite, dois foram levados para os procedimentos cabíveis na DRFC, por terem tido alta médica, e somente Wenner Santos ficou internado por precisar passar por procedimento cirúrgico no ombro.  

O diretor da DRFC, delegado Délcio Santos, tomou o depoimento dos acusados e registrou o recebimento da mercadoria roubada dos Correios e o carro usado para dar fuga. O delegado observou que sua equipe fazia campana nas estradas a fim justamente de flagrar as ações dos grupos criminosos e dar um basta a sequência de roubo de cargas que vêm ocorrendo sobretudo em trechos das PAs 151 e 150 que levam à Barcarena, Cametá, Igarapé-Miri, Moju, bem como no trajeto Belém/Marabá pela BR 010.

O delegado disse ainda que o Hunday Sonata está no nome de uma mulher sem registro de roubo, apresentando somente IPVA atrasado e multas. "Um dos acusados disse que o veículo é da mãe dele. Mas temos informações que esse carro já vinha sendo usado em outros assaltos do tipo. Vamos seguir com as investigações. Pegamos um grupo mas sabemos que há outros atuando na região. Eles têm preferência por mercadorias de eletroeletrônicos como aparelhos de telefone celular, tablets, placas de vídeos, iPhones etc. Estamos vigilantes e vamos seguir com nosso trabalho'', afirmou o diretor Délcio Santos.

O Dono da empresa Expresso Taveira, Antônio Taveira, cujo funcionário foi rendido pelo trio de assaltantes, acompanhou o depoimento do trabalhador e contou que só no ano passado sua empresa sofreu 10 assaltos similares de roubo de carga em estradas paraenses. O desta sexta-feira, foi o terceiro este ano.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA