Polícia encontra tronco de adolescente em estrada de Tucuruí

Até o momento não foram localizados os braços, as pernas e nem a cabeça da jovem

Valeria Nascimento

Foi através de uma tatuagem no glúteo direito reconhecida por familiares que a polícia do município de Tucuruí, no sudeste do Pará, identificou neste domingo (5) a vítima de um crime bárbaro que chocou a comunidade. Parte do corpo - mais exatamente o tronco - de uma adolescente foi encontrado, ainda queimando, na estrada do Porto do Getat, no bairro de mesmo nome. A jovem, de apenas 17 anos, estava desaparecida há alguns dias. 

De acordo com a polícia, que já atua no caso a fim de identificar e prender o autor do crime, foi a família da garota que de fato reconheceu a parte do corpo encontrada à margem da estrada.

Foram os familiares da garota que de fato reconheceram a parte do corpo encontrada à margem da estrada. (Reprodução redes sociais)

Um morador da região que passava no local percebeu que o que queimava no meio-fio era parte de um corpo humano e alertou as autoridades. Quando o tronco foi encontrado ele ainda queimava a ponto de levantar fumaça. Ao lado dele havia algumas peças de roupa.

As polícias Civil e Militar foram comunicadas e estiverem no local, juntamente com uma equipe do Instituto Médico Legal, que removeu os restos mortais para o exame de necropsia.

Familiares da vitima estiveram na tarde do último domingo na 15ª Seccional Urbana de Tucuruí. A polícia afirma que está empenhada nas buscas pelos responsáveis pelo crime, praticado com requintes de crueldade, bem como no esclarecimento para a motivação do mesmo.

A Redação Integrada de O Liberal está em contato com a Polícia Civil para obter mais informações sobre o caso.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA