logo jornal amazonia

Polícia Civil amplia atendimento para casos de maus tratos de animais

De acordo com a polícia, já foi possível encaminhar 180 animais para atendimento médico e, com apoio de outras instituições, conseguiu castrar 130 animais e encaminhar mais 12 para adoção responsável

O Liberal
fonte

Em um ano de funcionamento, a Delegacia de Proteção Animal, vinculada à Divisão Especializada em Meio Ambiente e Proteção Animal (Demapada Polícia Civil, alcançou um crescimento de 73% no atendimento a denúncias recebidas, e um aumento de 133% na taxa de produtividade da divisão, no que diz respeito à instalação de procedimentos e prisões.

Somente em setembro de 2022, já foi possível encaminhar 180 animais para atendimento médico e, com apoio de outras instituições, 130 receberam castração e mais 12 foram colocados para adoção responsável. Segundo a Polícia Civil, se comparado com o mesmo período do ano passado, a delegacia apresentou resultado positivo na resolutividade no número de procedimentos. Todos que foram presididos no ano anterior estão concluídos e finalizados, bem como encaminhados à Justiça.

VEJA MAIS

image Técnico em enfermagem desviava sangue de hospital para contaminar cachorros
Homem não gostava de cães e se incomodava com os animais da vizinha, alegando que faziam barulho excessivo

image Cavalo com a pata quebrada é abandonado em Águas Lindas
O animal teria sido abandonado pelos seus donos após "perder a utilidade"

Implantada oficialmente em maio de 2021, a Delegacia de Proteção Animal atendeu a necessidade de ampliar e especializar o atendimento a animais vítimas de maus tratos. Desde a implantação, ela alcançou um aumento de 73% no atendimento de denúncias realizadas a partir de canais como o Disque Denúncia 181 e a delegacia virtual.

O crescimento da produtividade se dá, também, pelo protocolo adotado pela unidade, para combater os maus tratos contra animais. Com a adoção de um atendimento por espécie, a delegacia desenvolveu uma rede de proteção para os animais que conta com ações preventivas e repressivas, além de também contar com o auxílio de outros órgãos e instituições empenhadas na causa.

image Homem que matava cachorros para comer é preso em Goiás
Suspeito cozinhava o animal no momento do flagrante

image Gatos recém-nascidos são abandonados em sacola plástica amarrada em Belém
Em outro vídeo, cachorro preso é abandonado na chuva. Denúncias são frequentes na capital paraense

“A produção da delegacia foi extremamente melhorada em razão do protocolo adotado nas denúncias encaminhadas à delegacia de proteção. São pelos canais e vias de acesso como o 181, a delegacia virtual, e a delegacia presencial. A gente promove, faz uma análise, pode fazer flagrante e faz um atendimento conveniado com outros órgãos e instituições”, afirmou a delegada Adriana Magno, titular da Delegacia de Proteção Animal.

Ela observou, ainda, que a atuação da Demapa “é um avanço, porque começou a existir uma rede de proteção animal e uma estrutura através dessas parcerias, com ações repressivas e preventivas contra os maus tratos a animais”. Para o titular da Divisão de Polícia Especializada da Polícia Civil, delegado Magno Costa, os números representam o árduo trabalho realizado no enfrentamento a crimes de maus tratos contra animais.

image Cachorro é resgatado após ficar preso em carro com temperatura acima de 40ºC
O cachorro da raça husky foi encontrado com o focinho amarrado e aparentemente cansado dentro do veículo

image Mulher é presa por abandono de filho de 14 anos e maus-tratos contra 22 cachorros
Embora tenha sido autuada em flagrante, a mulher foi liberada no dia seguinte depois de uma audiência de custódia

Onde denunciar?

Em casos de maus tratos contra animais é possível realizar a denúncia por meio do Disque Denúncia pelo número 181, pela delegacia virtual, da Polícia Civil, ou ainda procurar a sede da Divisão Especializada em Meio Ambiente e Proteção Animal (Demapa), na avenida Augusto Montenegro, em Belém.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA