Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

PF prende duas pessoas em flagrante de tráfico internacional de drogas em Belém

Aeronave tinha como destino o Suriname. Caso ocorreu no aeroporto internacional Val-de-Cans/Júlio Cezar Ribeiro.

Ana Carolina Matos

Duas pessoas foram presas e uma aeronave foi apreendida pela Polícia Federal durante um flagrante de tráfico internacional de drogas ocorrido no Aeroporto Internacional de Belém - Val-de-Cans/Júlio Cezar Ribeiro. Os dois detidos, que não tiveram a identidade informada pelas autoridades policiais, passam por uma audiência de custódia nesta quarta-feira (7).

A aeronave privada tinha como destino o Suriname, quando foi flagrada, no pátio do aeroporto, com uma caixa não declarada pela Receita Federal do Brasil. Ainda conforme a PF, durante abordagem, agentes da Receita Federal encontraram dentro de uma caixa transportada pelo dirigível vários produtos cosméticos suspeitos, o que motivou o acionamento de uma equipe de agentes federais, na tarde de terça-feira (6).

Os policiais federais seguiram até o local para realizar a vistoria da aeronave e a perícia nos cosméticos encontrados. Todos confirmaram a existência de drogas dentro dos recipientes. 

"No interior da aeronave, antes da partida, havia uma carga em que foi possível identificar que, dentro de embalagens de cosmésticos, havia cocaína. No primeiro momento, a desconfiança se deu por questões alfandegárias. A Receita Federal acabou visualizando que a carga não tinha documentação hábil para o embarque. No segundo momento, foi feito um teste nas substâncias e dentro havia, segundo exame preliminar feito pela perícia da Polícia Federal, cocaína", detalha o delegado da PF, José Eloisio dos Santos Neto, responsável pelo flagrante.

Na ocasião, a aeronave foi apreendida e dois tripulantes do avião foram presos em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Eles responderão pelos crimes previstos no art. 33, caput, c/c art. 40, inciso I da Lei nº 11.343/06.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA