logo jornal amazonia

Pará registrou quase 3 mil casos de estupro de vulneráveis no último ano

Dentre as vítimas consideradas vulneráveis estão crianças de 0 a 13 anos

O Liberal
fonte

Em 11 meses, 2.993 casos de estupro de vulneráveis foram registrados no Pará. Os dados são dos meses de janeiro e novembro de 2022 e foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), nesta quinta-feira (5). No mesmo período de 2021, foram 2.511 ocorrências. Já sobre os casos de abuso sexual, foram 704 no ano passado e 499 em 2021. “Dentre as vítimas consideradas vulneráveis estão crianças de 0 a 13 anos”, explica a Segup.

VEJA MAIS

image PF prende pai e mãe que estupravam filhos e divulgavam vídeos na web
Caso condenados, podem pegar pena máxima, de 25 anos.

image Homem é preso após estuprar idosa por 4 vezes durante 5h em casa de abrigo
Coordenadora do local acionou a polícia depois que tomou conhecimento do crime

image Homem é preso suspeito de estuprar e introduzir ferro na ex-mulher
O homem rasgou a roupa da ex-mulher, introduziu os dedos e um objeto de ferro na vagina da vítima

“Nas faixas etárias maiores que 14 anos foram consideradas pessoas com enfermidades, deficiência mental ou dopadas, ou ainda, que não possuem discernimento para a prática do ato, bem como, por não oferecer resistência”, acrescenta a secretaria.

A Segup reforça a importância da participação da população em denunciar esses e outros tipos de crimes pelos canais oficiais do Disque Denúncia por meio do 181 ou pelo Whatsapp​​ (91) 98115-9181. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA