PF prende pai e mãe que estupravam filhos e divulgavam vídeos na web

Caso condenados, podem pegar pena máxima, de 25 anos.

Luciana Carvalho
fonte

Na manhã desta quinta-feira (05), a Polícia Federal prendeu um pai e uma mãe acusados de abusarem sexualmente dos filhos e divulgarem vídeos das crianças na internet. As informações são do portal Metrópoles.

As investigações começaram a partir de informações repassadas pela Agência da União Europeia para a Cooperação Policial (Europol) ao Serviço de Repressão a Crimes de Ódio e Pornografia Infantil (Sercopi), da Polícia Federal.

Durante a operação chamada de “Non Matri”, que em tradução livre do latim significa “não é mãe”, os policiais analisaram vídeos divulgados no exterior e constataram que as vítimas eram brasileiras, moradoras de Paraty, no Rio de Janeiro. Os pais das crianças foram presos por uma equipe da Delegacia de Polícia Federal (DPF) em Angra dos Reis.

O casal responderá pelos crimes de estupro de vulnerável e de compartilhamento e armazenamento de pornografia infantil. Caso condenados, podem pegar pena de até 25 anos.  

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Tainá Cavalcante, editora web de OLiberal.com).

Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL