Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mulher que foi feita refém na Marambaia responde por tráfico internacional de drogas

Alessandra Martins dos Santos tem três passagens pela polícia. O companheiro dela pode estar envolvido em atentados contra policiais na Grande Belém

O Liberal

A mulher que foi feita refém dentro de um carro de aplicativo, modelo Onix cinza, na noite da última terça-feira (13), na Rua da Marinha, bairro da Marambaia, em Belém, tem três passagens pela polícia, sendo uma delas por tráfico internacional de drogas. Ela foi identificada como Alessandra Martins dos Santos. O companheiro dela, Ronald Nascimento dos Santos, também tem uma vasta ficha criminal e pode estar envolvido na execução de agentes da segurança pública na Grande Belém.

As informações foram repassadas, na terça-feira, por policiais civis da 5ª Seccional Urbana da Marambaia. Na unidade policial, o casal teria confessado que estava devendo para traficantes. E a forma de pagar a dívida seria Ronald atentar contra a vida de policiais.​​

VEJA MAIS

Funcionário é feito refém em loja de motocicletas em Santarém
Policia está no local

Assalto com refém na Augusto Montenegro: suspeitos se rendem e vítima é liberada; vídeo
Não houve feridos durante a ocorrência

Dupla confessa ter matado cabo da Aeronáutica durante assalto dentro de ônibus, na Sacramenta
O cabo da aeronáutica Jax Coelho Garcia, de 39 anos, teria reagido a um assalto quando foi baleado e morto

Na noite da última terça-feira, Alessandra, o filho dela, uma criança de 5 anos, e um motorista de aplicativo foram feitos reféns por Ronald, que estava armado com um revólver calibre 38. Ele só se entregou à polícia após diversas exigências, dentre elas a presença de um advogado. O motorista de aplicativo relatou que Ronald pediu uma corrida para sair de um shopping center localizado na rodovia Augusto Montenegro, no bairro do Parque Verde, em Belém, com destino à rua da Marinha, na Marambaia.

De acordo com o major Freitas, do Batalhão de Rondas Ostensivas Táticas Motorizadas (Rotam), ainda na Augusto Montenegro, na entrada do bairro do Una, uma pessoa informou aos policiais que havia percebido uma movimentação estranha dentro de um carro da marca Chevrolet, modelo Onix, de cor escura. A partir daquele alerta, a viatura começou a procurar pelo automóvel para fazer a abordagem e checar o que estava ocorrendo.

Durante o trajeto, a viatura da Rotam havia dado sinais sonoros e luminosos em direção ao carro de aplicativo, para que o motorista parasse. O condutor alegou não ter percebido que os sinais eram para ele. Na rua da Marinha, a polícia identificou o automóvel e fechou o cerco, momento em que Ronald começou a fazer as outras três pessoas que estavam dentro do carro reféns. O homem estava bastante nervoso e, segundo a polícia, a todo instante apontava a arma para os ocupantes do veículo, inclusive para a criança de 5 anos.

Assim que se entregou, Ronald foi colocado em uma viatura e levado para a Seccional da Marambaia, onde o caso foi registrado. Na unidade policial, os policiais levantaram mais informações sobre o casal e realizaram o procedimento de encaminhamento do homem ao sistema penitenciário.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA