Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mulher é encontrada morta em kitnet no centro de Belém

A Polícia Científica do Pará foi acionada para analisar a cena da morte, devido às suspeitas de feminicídio

Saul Anjos / Especial para O Liberal

Uma mulher foi encontrada morta com um corte no pescoço , no final da manhã desta terça-feira (14), no bairro da Campina, centro de Belém. Ela estava em um dos apartamentos de uma vila de kitnets, na travessa Padre Eutíquio, entre a rua João Diogo e a rua Avertano Rocha, a poucos metros da Praça da Bandeira. A vítima não foi identificada. A Polícia Científica do Pará (PCP) acredita que o crime tenha sido cometido com uma faca.

VEJA MAIS

Servidora pública de 20 anos é encontrada morta em Canaã dos Carajás
A jovem era lotada no setor administrativo da Secretaria Municipal de Saúde de Canaã dos Carajás; a prefeitura da cidade divulgou nota, lamentando o ocorrido

Dupla é encontrada morta com marcas de tiros no nordeste paraense
Os corpos estavam no ramal Urubuputaua, que fica próximo à vila Santa Cruz, na divisa entre os municípios de Abaetetuba e Moju

Ex-princesa do Catar é encontrada morta na Espanha
Suspeita inicial aponta morte por overdose de drogas

A Polícia Militar foi acionada por volta de 12h, por meio do Centro Integrado de Operações  (CIOP) para investigar o caso.  Ao chegarem no lugar, os policiais constataram que a vítima estava coberta com um lençol. Havia sangue e fezes na cama e no chão.

“Ela não morreu hoje. Estamos escutando todas as testemunhas para apurar o caso”, explicou o delegado Fernando Rocha.

João Matheus, morador do local há pelo menos seis meses, disse que conhecia a mulher apenas de vista e nesta terça-feira sentiu um odor muito forte. “Estava um fedor horrível. Conhecia ela só de vista. Nem passou pela cabeça acontecer algo assim aqui”, contou 

Corpo da vítima foi removido durante a tarde (Filipe Bispo / O Liberal)

Outros moradores disseram que escutaram uma discussão no local no último sábado (11). A suspeita é de que ela tenha morrido há três ou quatro dias. No entanto, o dia e a causa da morte só serão revelados a partir do laudo cadavérico. O corpo apresentava um corte no pescoço e o local onde foi achado tinha indícios de luta corporal

As autoridades policiais não divulgaram o nome de nenhum suspeito de envolvimento na morte da mulher. O caso segue em investigação.

 

Saiba como ajudar a Polícia

Quaisquer informações que possam ajudar na solução do caso podem ser encaminhadas ao Disque-Denúncia (181). A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone. Também é possível mandar fotos, vídeos, áudios e localização para a atendente virtual Iara, pelo WhatsApp (91) 98115-9181. Em ambos os casos, não é necessário se identificar.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA