Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Moradores encontram corpo com tiro na cabeça na estrada de Terra Alta

Achado ocorreu nas primeira horas desta sexta-feira (10)

O Liberal

Moradores da estrada de terra, chamada popularmente de ramal do Mucajá, no município de Terra Alta, região nordeste do Pará, acionaram a Polícia Militar, nas primeiras horas desta sexta-feira (10), após encontrarem um corpo masculino dentro de uma antiga fábrica de água mineral, já desativada. De acordo com a Polícia Civil, o corpo tinha um ferimento à bala na cabeça, e não foi identificado até o final da tarde desta sexta-feira.

"O corpo está no Instituto Médico Legal, em Castanhal, mas não há dados sobre ele, não foi identificado'', afirmou o delegado de Terra Alta, Marcos Cruz. 

O achado incomum foi registrado às 8h10, na Delegacia de Polícia, pela própria guarnição militar que atendeu o chamado de moradores de Vista Alegre.

O ramal do Mucajá fica na área rural, é uma via que liga o km 42 à comunidade de Vista Alegre, dentro de Terra Alta e tem poucas moradias. Há alguns anos, havia maior movimento no local por causa do funcionamento da fábrica de água mineral, cujos galpões de alvenaria foram deixados para trás, e seguem abandonados. O corpo estava justamente dentro de um desses galpões desativados.

Nesta manhã de sexta-feira, o ramal voltou a ficar movimentado com o pessoal da vizinhança procurando saber o que havia ocorrido no local e o movimento de viaturas do 5º Batalhão de Polícia Militar, em Terra Alta.

O 3° Sargento PM Avelino esteve no local do crime e foi quem comunicou o ocorrido. A Polícia Civil deve investigar o homicídio e buscar identificar o corpo.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA