Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Marinha confirma morte de militar após troca de tiros contra piratas no Amazonas

Outro militar foi baleado, além de três tripulantes de um empurrador, feridos a tiros. Barco estava sendo abordado pelo navio-patrulha Rondônia, na Foz do Rio Uatumã

O Liberal

A Marinha do Brasil confirmou, em nota enviada à imprensa neste domingo (21), pelo Comando do 9º Distrito Naval, um tiroteio que acabou com a morte de um militar e o baleamento de outras quatro pessoas, sendo outro militar e, os demais, três tripulantes de um empurrador que estava sendo abordado pelo Navio-Patrulha Fluvial Rondônia. O fato se deu na Foz do Rio Uatumã, no Estado do Amazonas. 

VEJA MAIS

Empresário que encomendou morte de sargento em Manaus descobriu traição pelo celular Joabson Gomes já estaria desconfiado do caso extraconjugal entre a esposa e o militar e encontrou provas no aparelho da mulher

Militar teve morte encomendada por empresário amazonense após descoberta de traição O sargento do Exército Lucas Guimarães foi assassinado a mando de Joabson Agostinho Gomes, dono de uma rede de supermercados de Manaus

"A Marinha do Brasil (MB), por intermédio do Comando do 9º Distrito Naval, informa que, na madrugada de hoje (21), na Foz do Rio Uatumã, no Estado do Amazonas, houve uma troca de tiros envolvendo tripulantes do empurrador Waldemiro Lustoza V e da lancha do Navio-Patrulha Fluvial Rondônia, por ocasião da aproximação da lancha para procedimento de abordagem ao empurrador", disse a Marinha do Brasil em sua nota.

Segundo a Marinha, dois militares da lancha do navio-patrulha Rondônia foram atingidos. Um morreu na  hora. O outro militar foi levado ao hospital municipal de Parintins, para ser operado e acompanhado por médico da Marinha. Segundo a corporação, o empurrador Waldemiro Lustoza V teve três feridos a bordo após a troca de tiros. "Nenhum em estado grave", disse a Marinha.

O comando do 9º Distrito Naval disse que "se solidariza com familiares e entes próximos ao militar que veio a óbito e está prestando toda a assistência necessária". Segundo a Marinha, um inquérito policial militar foi aberto para a apurar o ocorrido. A Marinha não divulgou oficialmente o hnome dos militares baleados na ação. 

Vários relatos da imprensa do Amazonas citam que no sábado foram registradas denúncias de ataques de piratas na região próxima a Itacoatiara.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA