Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mãe flagra abuso de adolescente e padrasto vai preso em Marabá

Mário Júnior Lima da Silva é suspeito de estuprar enteada há três anos. Vítima tinha 13 anos quando série de crimes teve início.

Redação Integrada

Mário Júnior Lima da Silva foi preso em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável,  na noite desta terça-feira (27), na cidade de Marabá, no sudeste paraense. Ele é acusado de abusar sexualmente da enteada de 16 anos, no bairro Delta Park. Os crimes teriam tido início há três anos.

Segundo informações repassadas à polícia, foi a mãe da vítima, companheira do acusado, que deu fim à série de abusos. Ao chegar em casa, a mulher teria percebido um barulho estranho vindo do quarto da filha. Como a porta estava trancada, ela foi até o lado de fora da residência e viu Mário Júnior tentando pular a janela.

O agressor tentou se esconder, mas foi confrontado pela companheira. Sem saída, Mário começou a ameaçá-la de morte caso contasse algo e chantageou dizendo que tomaria dela o filho do casal, de apenas cinco anos 

A mulher decidiu ir com os dois filhos até a casa de um irmão dela. Lá, a adolescente relatou que havia sido violentada naquela tarde e que os crimes teriam começado quando ela tinha 13 anos. 

Em depoimento, a adolescente também contou que era ameaçada de morte pelo padrasto caso contasse algo.

Policiais civis iniciaram as buscas pelo acusado, que foi encontrado na casa da irmã. Mário já estava separando algumas roupas para fugir da cidade, mas foi capturado e preso em flagrante.

A vítima foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para ser submetida a exame de corpo de delito. As informações são do Correio de Carajás.

 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA