logo jornal amazonia

Jovem de 22 anos é morto a tiros na frente de casa em Marabá

Atiradores estavam em uma motocicleta

O Liberal
fonte

Um jovem de 22 anos, morador de Marabá, no sudeste do estado, foi morto a tiros na última quarta-feira, 4. Identificado como Victor Alexandre da Luz Souza, ele foi baleado na frente da própria casa, no Bairro Infraero, Núcleo Cidade Nova.

De acordo com a mãe da vítima, o jovem estava na frente de sua residência quando foi alvo de disparos de arma de fogo por dois suspeitos em uma motocicleta modelo Honda Pop. Victor ainda correu para dentro da casa, mas foi atingido e não resistiu à gravidade dos ferimentos.

VEJA MAIS

image Corpo é encontrado com mãos amarradas em comunidade de Santarém, oeste do Pará
As polícias Civil e Militar foram acionadas, e o corpo de "Pânico" foi removido pela Polícia Científica

image Paraense e namorado presos no Líbano estavam com cocaína no estômago, diz jornal
O casal confessou ter ingerido drogas, mas não informou quem teria fornecido os entorpecentes

image Marabá: Sete detentos não retornam à prisão após saída temporária de fim de ano
A Secretaria de Administração Penitenciária do Pará (Seap) informou que solicitou de imediato à Vara de Execuções de Marabá uma expedição de mandados de capturas dos evadidos

A Polícia Militar foi acionada por volta de 21h25, via Núcleo Integrado de Operações (Niop), com a denúncia de um homicídio. Uma guarnição se dirigiu até o local, onde preservou a cena do crime até a chegada dos órgãos competentes para as tomada das medidas cabíveis.

Em nota, a Polícia Civil do Pará diz que o caso é investigado pela delegacia de Homicídios de Marabá e que diligências estão sendo realizadas para coletar mais informações e identificar a autoria de motivação do crime. Quaisquer informações que possam ajudar na solução do caso podem ser encaminhadas ao Disque-Denúncia (181). A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone. Também é possível mandar fotos, vídeos, áudios e localização para a atendente virtual Iara, pelo WhatsApp (91) 98115-9181. Em ambos os casos, não é necessário se identificar.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA