Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Jovem de 21 anos é preso após receber 10 mil reais em notas falsas pelos Correios no Pará

A Polícia Federal trocou informações com os Correios e prendeu o suspeito em flagrante nesta sexta-feira (29)

O Liberal

Um jovem de 21 anos foi preso pela posse de R$ 10 mil em cédulas falsas. O flagrante ocorreu no município de Cumaru do Norte, no sudeste paraense, logo após o rapaz receber a encomenda ilegal numa agência dos Correios. As informações foram divulgadas pela Superintendência da Polícia Federal do Pará, na noite desta sexta-feira (29).

A Polícia Federal chegou ao suspeito após trocar informações com a empresa de envio e entrega de correspondências. O órgão federal foi informado de que o material com o conteúdo suspeito tinha como destino o próprio município de Cumaru. Feitas as diligências, a equipe policial conseguiu identificar e classificar o destinatário da encomenda.

VEJA MAIS

Pará teve mais de 2 mil notas falsas circulando em 2021; saiba como identificar
Especialista do Banco Central orienta a população sobre o que fazer ao desconfiar que uma cédula é falsa

A PF encontrou 27 cédulas no valor de R$ 200, mais 30 cédulas no valor de R$ 100 e, ainda, 60 cédulas no valor de R$ 50. Ao todo, foram apreendidos R$ 10 mil em espécie, apenas com as notas falsas.

De acordo com a PF, o homem deixava agência dos Correios, em Cumaru, quando foi abordado pelos agentes. Ele confessou o delito e afirmou ter pago R$ 1.900 pela cédulas falsas.

Pelo Código Penal, caso se confirme a hipótese criminal de moeda falsa, o que é previsto no artigo 289, o suspeito poderá ser condenado a penas que variam entre 3 e 12 anos de prisão além de multa.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA