Idosa é encontrada morta no Guamá. Vizinhos pedem investigação do caso

Objetos desaparecidos da casa da vítima indicam que pode ter havido um crime

Cleidiane Silva / Redação Integrada

Uma idosa de 69 anos foi encontrada morta dentro da própria casa na tarde desta segunda-feira (26), no bairro do Guamá, em Belém. O corpo de Maria do Socorro Lima Castro já estava em início de processo de decomposição. As primeiras informações apontam para morte por causas naturais. Entretanto, vizinhos da idosa denunciam que vários objetos sumiram da residência e acreditam que ela possa ter sido vítima de um crime. 

O fato ocorreu na avenida José Bonifácio, próximo à avenida Bernardo Sayão. Maria Castro era costureira e não foi vista durante todo o domingo (25), o que causou estranheza nos vizinhos e também em clientes, que tinham encomendas para receber. Um policial, que não teve o nome divulgado, esteve no imóvel por volta das 17h30 para buscar uma encomenda, porém ninguém atendeu aos chamados à porta. Ele sentiu um odor estranho vindo da residência e resolveu verificar. Foi quando encontrou o corpo da idosa em seu quarto. 

Por volta das 20h30, o corpo foi removido e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). Segundo vizinhos, vários objetos desapareceram do imóvel, como dois televisores, aparelho de som, aparelho de DVD e um celular. Eles reclamam da ausência de investigação do fato. "Não veio perícia, não veio a Polícia Civil. Só vieram remover o corpo, sem investigar nada", disse um dos denunciantes, sem se identificar. Ainda segundo ele, não foi possível perceber se havia alguma marca de violência no corpo da costureira. "Esse deveria ser trabalho da perícia, mas eles não estiveram aqui. Desde o começo já deduziram que era morte natural. E pode não ter sido", complementou. 

Imagens de câmeras de segurança de uma casa próxima mostram um carro branco parando na frente da casa da costureira, na madrugada de domingo. Pelas imagens, apesar de  não estarem nítidas, é possível perceber uma movimentação estranha de pessoas entrando e saindo do carro. Moradores da área acreditam que os criminosos estavam no veículo. 

Outra hipótese levantada para o fato é de que a idosa de fato teve morte por causas naturais, e que, assaltantes invadiram a residência após o fato e roubaram os objetos. O caso deverá ser investigado pela Polícia Civil, que foi acionada pelos amigos e familiares da vítima. 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!