Homem que estuprou e roubou mulher após show de forró no Guamá é preso

Ele abordou a vítima após um show do cantor Wesley Safadão e a levou até um beco, onde cometeu o crime

A Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAV) da Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira (17) um homem suspeito de ter cometido um estupro na madrugada do último dia 10 quando saía do show do cantor Wesley Safadão em um clube no bairro do Guamá. A vítima foi abordada na rua por um indivíduo que vendia copos personalizados, e nesse momento, utilizando violência psicológica, Fábio Siqueira obrigou a vítima a subir em um mototáxi e a levou a um beco deserto onde, além de lhe agredir fisicamente com socos, a estuprou. 

Muito abalada emocionalmente e ainda bastante machucada, a vítima procurou a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), em Belém, e de imediato teve seu boletim de ocorrência registrado, sendo encaminhada para perícia de exame sexológico, além da confecção do retrato falado. Além de agredir e abusar da mulher, o acusado ainda roubou seu aparelho celular.

A Seção de Inteligência da DAV foi contactada para auxiliar na possível quebra das informações do celular e localizar o aparelho, mas como o caso foi às vésperas de um final de semana, a possibilidade do suspeito fazer uma nova vítima era muito grande. Por causa disso, a delegada Nadiana Macedo protocolou pedido de prisão preventiva junto ao plantão do judiciário no sábado de manhã usando o apelido do suspeito, já que a vítima informou que, quando se dirigiam ao local do crime, uma pessoa o chamou por esse apelido.

Com a alcunha e o retrato falado, os policiais da Delegacia foram até o clube novamente, no dia 16, pois iria ocorrer um novo show e a possibilidade do suspeito estar no local vendendo copos era grande. Durante a missão, a equipe teve a informação de que o plantão judiciário indeferiu o pedido de prisão preventiva.

Um suspeito com as características informadas pela vítima foi identificado, a uma foto foi enviada para a vítima, que aguardava na DEAM e identificou Fábio sem titubear. Ele então foi convidado a comparecer a DEAM para prestar esclarecimentos e foi submetido ao reconhecimento. Por causa, disso, foi protocolado um novo pedido de prisão preventiva.

Ao ser interrogado, o acusado confessou seu crime, mas teve que ser liberado após seu depoimento por falta de condição legal de sua prisão. Na manhã de hoje (17), a Justiça deferiu o novo pedido de prisão preventiva e a equipe de policiais diligenciou na missão e deu cumprimento ao mandado, prendendo, por fim, o estuprador.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA