Homem morre após queda de poste sobre seu carro, em Belém

Acidente envolvendo máquinas pesadas em obras no local e danos à rede elétrica teria causado a morte, na avenida João Paulo II

Victor Furtado

Um homem morreu na manhã desta quarta (8) após a queda de um poste sobre seu carro, na avenida João Paulo II, próximo à passagem Gaspar Dutra, no Curió-Utinga. O motorista estava dirigindo no sentido do Marco ao Curió-Utinga, na avenida que liga Belém a Ananindeua, quando foi atingido. A estrutura de concreto desabou sobre o teto do veículo, justamente no local da cabine onde fica o banco do motorista. Veja:

Augusto César Souza Nunes tinha 54 anos e era integrante da primeira turma formada pela Guarda Municipal de Belém. Conhecido como '023' dessa turma da GMB, Nunes ainda estava na ativa, mas já se preparava para a aposentadoria.

Poste desabou sobre o trânsito da avenida


O acidente ocorreu quando ele retornava do Instituto de Previdência e Assistência do Município  de Belém (Ipamb), onde estava resolvendo um atendimento.

Moradores dizem que o acidente foi motivado por um acidente anterior, envolvendo uma retroescavadeira na área. No local, a Prefeitura Municipal de Belém realiza obras de drenagem, para resolver os alagamentos constantes da avenida e de ruas do entorno. A obra segue há alguns meses, com grande movimentação de máquinas no local.

Estrutura de concreto desabou sobre a pista (Thiago Gomes / O Liberal)

Obras na via teriam danificado estrutura 


Famílias denunciam que, há alguns meses, uma máquina pesada teria destruído a estrutura de um dos postes da rede elétrica da vizinhança. O poste estaria condenado há tempos, por conta disso, mas nenhuma providência havia sido tomada para substituição ou reparo.

Teria sido essa a estrutura de concreto desabou sobre o veículo, enquanto o motorista dirigia no Curió-Utinga. Vários outros veículos também estavam na pista na hora do acidente, e o fluxo de trânsito era normal na hora do ocorrido.

Sesan admite acidente com escavadeira


Procurada pela reportagem, a Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan) disse que  "já adota todas as medidas necessárias, juntamente com a empresa RKL, no intuito de esclarecer, o mais breve possível, as circunstâncias do fato que resultou na morte" do guarda municipal,  após a queda do poste de energia elétrica, localizado no canteiro central da avenida João Paulo II.

A Sesan confirmou ainda que ao acidente foi provocado "pela manobra de uma escavadeira hidráulica" e disse que o caso "será devidamente apurado". A Prefeitura de Belém disse ainda que a obra no trecho da avenida está "toda sinalizada, em obediência às regras e legislação vigentes".

Segundo informou também a prefeitura, a empresa RKL "acompanhou o condutor do maquinário até à delegacia do Marco, a fim de prestar os esclarecimentos necessários". A PMB diz que durante o ocorrido na manhã de hoje na avenida João Paulo II, a escavadeira "operava na passagem do tubo, no bairro Curió-Utinga, local onde estão ocorrendo ações de drenagem, terraplenagem e pavimentação". 

A Prefeitura de Belém disse ainda que a "Sesan e a empresa RKL lamentam profundamente o falecimento do agente e já prestam apoio aos familiares do guarda municipal".

Seurb e Equatorial se esquivam de responsabilidades 


Em nota encaminhada à redação integrada de O Liberal, a Equatorial Energia Pará disse que lamentou o ocorrido, mas informou que "o referido poste, envolvido no acidente na manhã de hoje na avenida João Paulo II, não pertence à rede de posteamento da distribuidora de energia".

A redação também procurou a Prefeitura Municipal de Belém para ter mais informações sobre as circunstâncias do acidente. 

Sobre o poste que desabou, a Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) informou que o órgão "não é responsável por postes de energia", e que a responsabilidade pela manutenção "é da concessionária de energia elétrica".

A Seurb disse ainda que "não tem registros sobre a situação do poste" que caiu. Segundo diz a secretaria, caso tivesse, "teria encaminhado para a concessionária imediatamente". 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA