Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Homem monitorado por tornozeleira eletrônica é morto a tiros no Barreiro

A vítima, José Luiz, de 40 anos, já tinha sete passagens pela polícia

O Liberal

​A forte chuva do início da tarde desta quarta-feira (13) não impediu o homicídio de um homem, identificado apenas como José Luiz, de 40 anos, morto a tiros, na travessa Barão do Triunfo, próximo do canal da São Joaquim, no bairro do Barreiro, em Belém. A vítima era monitorada por uma tornozeleira eletrônica.

VEJA MAIS

Morre policial penal vítima de atentado a tiros em Bragança
Gilvandro Pereira de Assis, de 69 anos, trabalhava como motorista da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e estava na frente da própria casa quando foi alvo dos disparos

Suspeito de pichar 'CV' em viatura morre em troca de tiros com a polícia
O ataque ocorreu no momento em que policiais civis estacionaram o veículo para realizar um atendimento

Empresário é morto a tiros dentro de caminhonete na zona rural de Trairão
A polícia ainda não divulgou qual pode ter sido a motivação do atentado; o homem era filho de um ex-político da região, o que pode ser uma linha de investigação para as autoridades policiais

A Polícia Militar esteve no local para fazer o levantamento das primeiras informações e isolar a área do homicídio, até a chegada da Polícia Científica do Pará (PCP), para a realização da perícia de local de crime e remoção do cadáver para o Instituto Médico Legal (IML).

Conforme repassado pela PM, a vítima, que fazia uso do monitoramento eletrônico, foi abordada por dois homens que estavam em uma motocicleta e efetuaram diversos disparos de arma de fogo em sua direção. José Luiz não teve chance de defesa e morreu na hora.

Os assassinos deixaram o local logo após o crime, sem deixar nenhuma pista. A Polícia Civil irá investigar o caso. Com base no sistema de informações penitenciárias, o que se sabe, até o momento, é que José Luiz já tinha sete passagens pela polícia. Os crimes que ele cometeu não foram informados, mas poderão servir para nortear a investigação.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA