Homem é preso por derrubar árvore centenária e protegida em Anapu

Suspeito disse que estava a serviço da prefeitura, mas não há qualquer registro disso

Victor Furtado

Uma castanheira centenária foi derrubada, ilegalmente, em Anapu, oeste do Pará. O vegetal tem extração proibida por lei. O crime ambiental foi flagrado nesta quinta-feira, durante a oitava fase da operação Amazônia Viva, uma força-tarefa integrada de órgãos ambientais e de segurança pública do Estado. Era impossível o comboio de agentes não se deparar com a enorme árvore sendo cortada no meio da estrada de Rio das Pedras, zona rural da cidade.

O responsável pelo corte do vegetal foi identificado como Valdir José de Ávila. Ele disse que estava a serviço da prefeitura de Anapu, mas não apresentou nenhum documento comprovando esse serviço. Ainda assim, se tratava de desmatamento ilegal e que extraiu um vegetal preservado numa situação que já era irregular. A árvore foi inutilizada e serrada em várias partes pelo Corpo de Bombeiros Militares, já que era impossível transportar.

Valdir foi apresentado na Seccional de Polícia Civil de Altamira, que deve investigar se há algum real vínculo entre ele e a Prefeitura Municipal de Anapu. Ou ainda, clientes para a madeira que seria retirada da castanheira. Com o suspeito, foram apreendidas duas motosserras. A oitava fase da operação Amazônia Viva segue na região para combater outros crimes ambientais.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA