logo jornal amazonia

Homem e mulher são presos em Outeiro e no Tapanã por integrar facção criminosa

Outras sete pessoas são investigadas por fazerem parte do mesmo grupo, diz Polícia Civil

O Liberal
fonte

Um homem e uma mulher foram presos, na última sexta-feira,14, no distrito de Outeiro e no bairro do Tapanã, em Belém, suspeitos de integrar facção criminosa. As prisões foram feitas por equipes da Delegacia de Repressão às Facções Criminosas (DRFC), vinculado a Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO).

Contra eles tinham dois mandados de prisão preventiva referentes à operação “Cara-Crachá”, que apura a participação da dupla e sua atuação em uma facção criminosa que atua no Pará.

VEJA MAIS

image Ciclista morre esmagado por caminhão em Marabá
Acidente de trânsito ocorreu na noite de sexta-feira (14/6)

image Jovem é preso após ser flagrado com drogas em Santarém
O suspeito foi conduzido à delegacia para os procedimentos cabíveis e colocado à disposição da Justiça

image Embarcação com destino ao Marajó colide com balsa e segue viagem com problemas no motor
As circunstâncias do acidente ainda não foram esclarecidas

"Com essas prisões somamos sete investigados no sistema penal. Mais uma vez, a Polícia Civil demonstra sua eficácia no combate ao crime organizado. Nossas equipes atuam de forma integrada para fornecer uma resposta efetiva à sociedade paraense", destacou o delegado-geral Walter Resende.

Os mandados foram expedidos pela Vara de Combate ao Crime Organizado que, até o momento, somam sete membros do mesmo grupo criminoso. Durante a apuração foi identificado que os alvos possuíam cargo de relevância na estrutura da organização criminosa dentro da área de atuação.

Os presos foram encaminhados para o sistema penitenciário e responderão pela prática do crime de integrar Organização Criminosa.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA