Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Trabalhador cai de estrutura e é esmagado por laje em Marituba

Acidente ocorreu em uma espécie de galpão em construção, às margens da BR-316, na tarde desta quarta-feira (5)

Ana Carolina Matos

Um homem identificado como Oseias da Silva Pantoja, de idade desconhecida, morreu no início da tarde desta quarta-feira (5), enquanto trabalhava em uma construção no município de Marituba, na região metropolitana de Belém. O acidente ocorreu em uma espécie de galpão em construção, às margens da BR-316, por volta das 14 horas. A vítima foi esmagada por uma estrutura de alvenaria.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, mas constatou o óbito de Oseais no local. Uma guarnição da Polícia Militar chegou em seguida e isolou a área. Segundo a PM, pelo menos outro trabalhador estava no terreno quando tudo ocorreu. Ele não foi localizado pela reportagem, mas chegou a ser ouvido pelas autoridades policiais.

Conforme informou o capitão Lacerda, que coordenou a operação realizada pelo Corpo de Bombeiros para retirada dos escombros que encobriram o cadáver, a vítima possivelmente trabalhava em cima de uma laje, quando a estrutura quebrou. Foi neste momento que parte da construção se partiu e caiu por cima do corpo dele.

Por conta do peso da estrutura, pelo menos duas equipes de bombeiros estiveram no local para retirada da estrutura de cima de Oseias, para que o corpo fosse periciado por uma equipe do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC).

Vizinhos do terreno em construção relataram que as obras no local tiveram início antes da pandemia, em janeiro de 2020. O trabalho chegou a parar algumas vezes e havia iniciado novamente há menos de uma semana. Anteriormente, haviam dois pontos comerciais e uma casa aos fundos do terreno.

"Aqui sempre tinha gente trabalhando. Tinha muito barulho e por isso não percebemos. Só quando um rapaz veio pedir ajuda que soubemos que tinha ocorrido um acidente", relatou um morador, que preferiu não se identificar. Segundo ele, os trabalhadores não usavam equipamentos de proteção individual (EPI's), mas os itens provavelmente não evitariam a fatalidade.

Oseias era casado e tinha pelo menos uma enteada adolescente. O proprietário do terreno não foi localizado.

O cadáver foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML). O caso foi registrado na Delegacia de Marituba.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA