Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Estelionatários são presos em flagrante após sacarem mais de R$ 10 mil

Eles faziam saques de contas do FGTS de terceiros. A dupla estava em uma lotérica no momento da prisão

O Liberal

De acordo com a Polícia Militar, em Parauapebas, Elton Chaves Pedrosa Lima e Wanderson Lopes Costa, foram presos em flagrante sob a acusação do crime de estelionato por saques fraudulentos de contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de terceiros e haviam retirado mais de R$ 10 mil. Os dois foram presos na sexta-feira (22). Com informações do site Ze Dudu.

VEJA MAIS

PC prende em flagrante suspeito de latrocínio contra servidora da Saúde em Moju
Crime ocorreu na casa da vítima, nesta segunda-feira (18) 

PF faz apreensão de eletrônicos em aeroporto; mercadorias somam mais de R$ 600 mil
Homem foi preso em flagrante no aeroporto

[[(standard.Article) Quadrilha que cometia crimes em agências bancárias é presa em Belém]]

A Polícia Militar informou que Elton Lima e Wanderson Costa estavam na agência lotérica da rua Sol Poente, no município do sudeste do estado. Eles sacavam o dinheiro das contas de FGTS de outras pessoas usando a CNH Digital. A gerente do estabelecimento notou que por vários dias eles fizeram a mesma operação e desconfiou de tantos saques.  

Ela decidiu chamar a Polícia Militar e uma guarnição encontrou Elton Pedrosa, que confessou a fraude e disse que Wanderson Costa era quem lhe repassava os códigos de saque e ainda levou os PMs ao endereço do parceiro. Eles foram apresentados na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, para os devidos esclarecimentos e atos cabíveis.

Estelionato

O crime de estelionato é praticado em contratos ou convenções, que induz alguém a uma falsa concepção de algo com o intuito de obter vantagem ilícita para si ou para outros. A prática comum tem pena de 1 a 5 anos de prisão, na fraude eletrônica, ela vai de 4 a 8 anos e pode ser aumentada em até dois terços.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA