logo jornal amazonia

Envolvido em explosão de agência bancária é preso com dinamites e dinheiro em Ourilândia do Norte

O homem confessou participação na ação criminosa

O Liberal
fonte

Edmeiko Muller de Oliveira foi preso, na tarde desta terça-feira (13), em Ourilândia do Norte, sudeste paraense, pelos crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de dinamites. Com o criminoso, a polícia apreendeu ainda uma quantia em dinheiro roubada de uma agência bancária que foi explodida em novembro deste ano naquele município. A prisão foi realizada por policiais civis da 14ª Superintendência Regional do Xingu, por meio da Delegacia de Tucumã. Os agentes apuraram que Edmeiko era “Conselheiro da Regional 09” da facção criminosa Comando Vermelho. Após consulta no sistema de informações penitenciárias, verificou-se ainda que o homem era foragido da justiça.

VEJA MAIS

image Criminosos explodem caixa eletrônico anexo à Prefeitura de Ourilândia do Norte; caso é investigado
Polícia Militar e Civil já estiveram no local e perícias devem ser realizadas neste domingo

Durante a ação policial, foi apreendida uma arma, pouco mais de 1kg de “skunk”, conhecida como “supermaconha”, 17 “bananas” de dinamite destinadas à explosão de caixas eletrônicos, além de R$ 11.784,00 em cédulas que apresentavam​​ manchas provocadas por dispositivo antifurto.

Segundo a polícia, ficou constatado que as cédulas são oriundas da explosão de uma agência bancária de Ourilândia do Norte, em novembro deste ano.

O homem preso foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Ourilândia do Norte. Durante o depoimento, ele confessou a participação na ação criminosa. Edmeiko foi conduzido para uma unidade prisional da Secretaria de Administração Penitenciária do Pará (Seap), onde está à disposição do Poder Judiciário.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA