Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Dupla que matou homem por dívida de R$500 é presa no Pará

A polícia informa que eles confessaram o crime cometido nesta segunda-feira (28)

O Liberal

Em menos de 24 horas, os acusados do assassinato do jovem Ruan Pablo Lima, de 26 anos, foram presos. Os acusados são identificados como Josenilson Dias Gomes, de 25 anos, e Marcos Paulo Alves da Silva, de 18 anos. Eles foram capturados pela Polícia Militar (PM), por volta das 18h, desta terça-feira (1º).

Na segunda-feira (28), populares acharam o corpo de Ruan Pablo, na 31° rua do bairro Piracanã, em Itaituba, sudoeste do Pará.  Sobre os acusados, a polícia informou que Josenilson foi o primeiro a ser encontrado. Ele foi pego no bairro Jardim das Araras, em um local conhecido como Beco do Wirland.

Na companhia de Josenilson estava um homem conhecido pelo apelido de "Curé", que teria sido o receptador (comprador) de alguns objetos, roupas e perfumes, que foram roubados da vítima após o homicídio. 

Em seguida, conforme as informações repassadas por Josenilson, o serviço reservado da PM seguiu até a Comunidade Barros Branco, onde encontraram o outro acusado, Marcos Paulo, natural do município de Moraes Almeida, distrito de Itaituba.

A Polícia divulgou que os dois rapazes confessaram ter participação direta na morte de Ruan. De acordo com eles, o crime teria acontecido por causa de uma quantia de R$ 500,00, que a vítima devia para Marcos.

Josenilson e Marcos também confessaram ter roubado a moto da vítima, que foi encontrada abandonada na 4° rua do Jardim das Araras na manhã de segunda. Os dois acusados, assim como o receptador dos produtos, foram encaminhados para a 19° Seccional de Polícia Civil de Itaituba para as medidas legais cabíveis.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA