Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Corpo é desovado atrás de cemitério no bairro Decouville, em Marituba

Segundo populares, a morte de Leandro do Espírito Santo Sá, de 22 anos, tem relação com o Comando Vermelho

O Liberal

Leandro do Espírito Santo Sá, de 22 anos, foi encontrado morto, na manhã desta quarta-feira (10), no bairro Decouville, em Marituba, região metropolitana de Belém. Conforme informações do 21º Batalhão da Polícia Militar (BPM), a vítima estava de bruços e provavelmente foi assassinada a tiros em outro local. O caso ocorreu na rua Dr. Ernesto, na agrovila São Pedro, atrás de um cemitério particular. 

VEJA MAIS:

Corpo é encontrado perto de cemitério de animais O homem já estava em estado de decomposição

O jovem morava em um bairro vizinho, o Uriboca, e não possuía passagem pela polícia. Entretanto, segundo relataram os próprios familiares do jovem, ele era usuário de drogas e cometia pequenos delitos na região, provavelmente para arcar com os custos do vício em entorpecentes.

"Foram policiais civis, sob comando do investigador de Polícia Civil Edmilson, que encontraram o corpo, por volta das 11h40. Lá, eles confirmaram o acionamento. A PM chegou um pouco depois", detalhou o tenente Luan, do 21º BPM.

Populares contaram aos agentes de segurança pública que a vítima havia sido executada por integrantes do Comando Vermelho. Um vídeo da execução também teria sido gravado e compartilhado massivamente em aplicativos de mensagens instantâneas, segundo as testemunhas, mas a atribuição não foi confirmada pela Polícia Militar ou Civil.

Não há confirmação, até o momento, do que possa ter ocasionado o crime e nem quem estaria envolvido na execução. O caso deverá ser investigado pela Polícia Civil.

Quaisquer informações que possam ajudar na identificação e localização do(s) suspeito(s) de participar do assassino podem e devem ser repassadas às autoridades policiais pelo Disque-Denúncia (181) ou Centro Integrado de Operações (190). Não é necessário se identificar e a ligação é gratuita.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA