Cercados após prisão de suspeito, policiais militares atiram contra populares, em Ananindeua

Polícia Militar informou que familiares do suspeito tentaram impedir sua prisão. Comando apura conduta dos envolvidos.

Redação Integrada

Um vídeo que circula nas redes sociais, desde a manhã desta quinta-feira (3), mostra uma policial militar, que chega para dar apoio a uma guarnição cercada por populares, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, disparar contra os moradores, que criticavam a prisão de um suspeito.

A ação foi realizada na terça-feira (2), onde três policiais militares protegiam a viatura onde estava Rosivaldo Maciel dos Passos, conhecido como “Roxinho”, flagrado com cerca de 200 gramas de maconha na passagem do Arame.

Um homem que se diz irmão Rosivaldo filma a ação dos policiais militares do 6º Batalhão. No vídeo, gravado em uma rua do bairro do Una, várias pessoas alegam que a detenção era injusta e cobram aos policiais militares que liberem o suspeito, que já está na viatura.

De armas em punho, os policiais militares se posicionam ao redor da da viatura 0617 e dizem para ninguém se aproximar. Os ânimos começam a inflamar e um dos policiais, de fuzil na mão, dispara para o alto e aponta a arma para os moradores da rua.

Em seguida, outra viatura chega para dar apoio os policiais que estavam cercados, com a guarnição desembarcando com as armas em punho.

A gritaria aumenta e mais tiros são disparados. O vídeo termina quando uma policial militar feminina atira na direção do homem que filmava toda a ação, e não para o alto, como advertência. Até a publicação da matéria não há informação se alguém ficou ferido.

TENTATIVA DE FUGA

Em nota, a Polícia Militar informou que o 6º Batalhão recebeu a informação de que um suspeito estaria vendendo drogas na passagem do Arame. No local estava Rosivaldo Maciel dos Passos, flagrado com cerca de 200 gramas de maconha, e que tentou fugir no momento da prisão.

Os familiares iniciaram um tumulto, a fim de impedir a prisão de Rosivaldo, atacando os policiais militares, que agiam legitimamente, segundo o comunicado da Polícia Militar. "Os policiais militares precisaram acionar o apoio de outras equipes para conter o ímpeto de alguns moradores que estavam interferindo na ação", diz a nota.

Rosivaldo foi apresentado na Seccional Urbana da Cidade Nova, em Ananindeua, onde foi autuado pelo crime de tráfico de drogas. O comando do 6º Batalhão instaurou procedimento administrativo para apurar a conduta dos policiais militares durante a prisão.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!