Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Carga com animais silvestres que saiu de Belém é interceptada pela PM no Tocantins

Jiboias, tracajás, aranhas e escorpiões estavam sendo transportados para São Paulo

Camila Guimarães

Na terça-feira (7), um carregamento com mais de 40 animais silvestres foi interceptado pelo Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) em Palmas, no Tocantins. Segundo o portal Conexão Tocantins, os animais foram despachados de Belém no dia 30 de maio em direção a São Paulo.

VEJA MAIS

Chuvas em Pernambuco: cantora abandona estúdio para salvar 14 animais
As imagens viralizaram na web e comoveram os moradores da região atingidos pela catástrofe

Carga de mais de 4 mil caixas de cerveja com documento falso é apreendida em Itaituba
Produto era transportado por caminhão na tarde da segunda-feira (6)

Caminhão com cerveja tomba e populares saqueiam carga em Santa Maria do Pará
As imagens registradas por populares que passavam pelo local no momento do acidente viralizaram nas redes sociais

Conforme constatou a equipe de policiais, a maior parte dos animais estavam mortos. Apenas 12 ainda se encontravam com vida. Entre os bichos transportados estavam jiboias, tracajás, jabutis, lagartos, aranhas caranguejeiras, escorpiões e 40 frascos com ovos de tarântulas e outras espécies não identificadas.

Os animais mortos foram apresentados pela equipe do BPMA na Delegacia da Polícia Civil. Os responsáveis pelo transporte podem ser responsabilizados criminal e administrativamente com multa estimada em R$ 236 mil, além de serem autuados por maus tratos.

Já os animais vivos foram encaminhados ao centro de fauna do Instituto Natureza do Tocantins (Naturantins), onde devem ser avaliados e destinados conforme a legislação prevê.

A Polícia Militar do Tocantins não informou quem seriam os despachantes ou os destinatários da carga.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA