Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Adolescente baleada dentro de motel em Vigia passa por cirurgia no maxilar e segue em estado grave

Tio da vítima informou que os médicos solicitaram mais exames para poder fazer a retirada da bala, que está alojada na região do pescoço, próximo à coluna cervical

O Liberal

A adolescente de 15 anos que foi baleada no rosto dentro de um motel, em Vigia, nordeste do Pará, passou por uma cirurgia para recuperação da região do maxilar, afetada diretamente pelo disparo. A bala ainda está alojada na região do pescoço, próximo à coluna cervical, e por isso os médicos solicitaram mais exames para poder fazer a retirada do projétil. Ela corre risco de ficar paraplégica. As informações foram repassadas à reportagem com exclusividade, pela família da vítima.

VEJA MAIS

Adolescente é baleada no rosto dentro de motel em Vigia Ela foi transferida para o Hospital Metropolitano, em Ananindeua; o estado de saúde dela não foi informado

"Ela fez ontem uma cirurgia para recuperar o maxilar, que estava quebrado, e eles entubaram ela para fazer outros exames. Tentaram retirar a bala mas não conseguiram, pois ela está alojada perto da coluna cervical e corre risco de ficar paraplégica", informou um tio da adolescente.

"Os médicos decidiram pedir mais exames para fazer a retirada. A arcada dentária dela está sem nenhum dente", completou o familiar da jovem, que está internada no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua.

Os principais suspeitos do crime são dois militares da Marinha do Brasil, que estavam de serviço em Vigia. Um deles, Gabriel Norberto de Almeida Lobo, que teria efetuado o disparo dentro da boca da adolescente, foi autuado em flagrante e está à disposição do Poder Judiciário. O outro Marinheiro, identificado apenas como Diógenes, conseguiu fugir do local e ainda não foi localizado.

Relembre o caso

Os dois suspeitos teriam levado duas adolescentes de 15 e 14 anos para um motel em Vigia. No local, ainda não se sabe por quais motivos, Gabriel Norberto de Almeida Lobo teria feito o disparo de arma de fogo dentro da boca da vítima de 15 anos. A outra adolescente teria presenciado o fato. Ela não ficou ferida.

A vítima foi levada para uma unidade de saúde do município, onde recebeu o tratamento médico inicial, e em seguida foi transferida para o Hospital Metropolitano, em Ananindeua, em estado grave. Em nota, a Marinha do Brasil informou que tomou conhecimento do caso e que vai colaborar com os órgãos responsáveis pela investigação.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA