Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Adolescente é baleada no rosto dentro de motel em Vigia

Ela foi transferida para o Hospital Metropolitano, em Ananindeua; o estado de saúde dela não foi informado

O Liberal

Uma adolescente de 15 anos foi baleada no rosto dentro de um motel, localizado na cidade de Vigia, no nordeste paraense. O caso ocorreu na noite desta quinta-feira (21). Após receber atendimento em uma unidade de saúde do município, a adolescente foi transferida para o Hospital Metropolitano, em Ananindeua. O estado de saúde dela é considerado grave, uma vez que a bala se encontra alojada no pescoço, afirmam os familiares.

Os principais suspeitos do crime são dois militares da Marinha do Brasil, que estavam de serviço em Vigia. Um deles, Gabriel Norberto de Almeida Lobo, que teria dado um tiro dentro da boca da adolescente, foi autuado em flagrante e está à disposição do Poder Judiciário, conforme consta no boletim de ocorrência, registrado às 1h29 desta sexta-feira (22), na Delegacia de Polícia Civil de Vigia. Uma segunda adolescente de 14 anos estaria no local e teria presenciado o fato. Ela não ficou ferida.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, o outro marinheiro, identificado apenas como Diógenes, conseguiu fugir do local, não tendo sido localizado até o momento. A reportagem tenta localizar a defesa dos dois suspeitos.

VEJA MAIS

Dupla atira contra adolescente dentro de um carro de aplicativo; vítima foi baleada na cabeça
O caso aconteceu em Parauapebas, no sudeste paraense, e está sendo investigado pela 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil

Jovem é preso com droga e adolescente apreendido com arma caseira em Itupiranga
Os dois estavam numa bicicleta em atitudes suspeitas, segundo os policiais militares

Segundo Márcio Maia, tio da adolescente baleada, os dois marinheiros costumavam ir para Vigia a cada seis meses. Desta vez, eles teriam ficado hospedados em um apartamento nos altos da casa da bisavó da adolescente. “Ela foi lá ontem, eles pegaram o número dela e começaram a conversar pelo Whatsapp. Disso já marcaram um encontro, foram lanchar na praça e seguiram para o motel, onde aconteceu tudo isso com a minha sobrinha”, detalhou.

Em nota, a Marinha do Brasil informou que já tem conhecimento do caso. Disse que lamenta o ocorrido e “reitera seu firme repúdio a condutas e atos ilegais que atentem contra a vida e a honra, além dos princípios militares”. “A Marinha reforça, ainda, que não tolera tal comportamento e que irá colaborar com os órgãos responsáveis pela investigação”, diz o comunicado enviado à imprensa.

​A Prefeitura Municipal de Vigia, através da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social, informou que está  em contato com a família da adolescente baleada, para proporcionar atendimento psicossocial para a vítima e familiares​. Segundo a prefeitura, também foi oferecida assistência para a outra adolescente que estava no local do ocorrido.​

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA