Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Acusado de roubar bancos no Pará é preso pela Polícia em Capanema

Ele estava com o mandado de prisão aberto pelo assalto a um banco em Nova Esperança do Piriá, em março de 2018

Uma operação conjunta das forças de segurança cumpriu o mandado de prisão preventiva em Capanema, município no nordeste paraense, contra um homem investigado por pertencer a uma quadrilha especializada em roubos a instituições financeiras na modalidade "novo cangaço". Eduardo da Silva Figueiredo, de 27 anos, mais conhecido como Dudu, responde por diversas ações de roubo a bancos, e estava com o mandado de prisão aberto pelo assalto na modalidade "vapor" ocorrido no município de Nova Esperança do Piriá, em março de 2018. 

A ação que resultou na prisão envolveu policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubo a Banco e Antissequestro (DRRBA), que é vinculada à Divisão de Combate ao Crime Organizado (DRCO0, e da Superintendência da Região do Caeté, além de Policiais Militares do Grupamento Operacional Tático (GTO). O homem estava em uma residência no bairro Caixa D'água, em Capanema. O investigado foi encaminhado à delegacia de Polícia e está à disposição da Justiça.

Roubo a banco

No dia 20 de março de 2018, Eduardo e vários comparsas assaltaram uma agência do banco Bradesco no município de Nova Esperança do Piriá, nordeste paraense. De acordo com informações repassadas pela Polícia Civil à época do crime, um grupo de assaltantes saqueou o cofre do banco e saíram em fuga em direção à zona rural do município.

Segundo a denúncia que consta no site do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA) cerca de sete homens fortemente armados com escopetas de calibre 12 e fuzis calibre .30, utilizando dois veículos, chegaram no município e foram até a agência, onde efetuaram incessantes disparos de arma de fogo, e em seguida, fizeram reféns pessoas que estavam às proximidades do banco, usando-as como "escudo humano". 

Após rechaçarem a aproximação das forças policiais, eles adentraram no interior do banco, onde utilizaram explosivos para destruir os cofres e subtrair os valores. 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA