Acusado de homicídio é preso em Belém

Segundo a polícia, Kenedy André Brito da Silva participou da morte de um comerciante, em dezembro de 2016, no bairro da Pratinha

Com informações da Polícia Civil

Um homem acusado de homicídio foi preso no domingo (10), em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. Kenedy André Brito da Silva foi indiciado em inquérito policial pela morte do comerciante Emanoel Holanda Dias, assassinado no dia 30 de dezembro de 2016, no bairro da Pratinha I, em Belém. O preso foi apresentado na sede da Divisão de Homicídios.

Kenedy estava com mandado de prisão expedido pela 1ª Vara Penal de Inquéritos Policiais e Medidas Cautelares de Belém. As investigações mostraram que a morte de Emanoel foi resultado de uma vingança. Na véspera do assassinato, houve um assalto em um ônibus na área da Pratinha I. Na ocasião, os autores do roubo - um adolescente e um adulto - foram capturados por populares que os espancaram a chutes e socos. 

No momento em que os dois suspeitos estavam sendo espancados, Emanoel Dias teria reconhecido o adolescente como o autor do roubo do qual havia sido vítima tempos antes. Segundo as investigações, ao reconhecer o menor, o comerciante teria ido ao encontro do infrator e o agredido com um tijolo na cabeça. Após a agressão, o menor teria jurado vingança. No dia seguinte, pela parte da tarde, quando a vítima estava em frente ao seu local de trabalho, um pequeno comércio localizado no bairro da Pratinha I, apareceram três suspeitos - dois adolescentes e Kenedy Silva.

Um dos menores, segundo testemunhas, seria o adolescente agredido com um tijolo na cabeça pelo comerciante no dia anterior. Ele foi até a vítima e efetuou disparos de arma de fogo em Emanoel. O comerciante morreu quase de imediato. Após os tiros, o adolescente subiu na garupa de uma bicicleta que era conduzida por Kenedy. Na época das investigações, um dos adolescentes afirmou que teve participação na morte de Evandro e que o crime teve a participação de Kenedy. Atualmente, o segundo adolescente é adulto e está foragido para o Estado de Santa Catarina.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!