Vídeo de onças-pintadas caminhando em estrada preocupa moradores de Santo Antônio do Tauá

Imagens com os dois grandes felinos caminhando juntos próximo a ponte de madeira viralizaram nesta terça-feira (3)

Redação integrada com informações do Instituto Pró-Carnívoros

O vídeo que mostra duas onças-pintadas andando em uma estrada de chão ganhou repercussão entre os moradores de Santo Antônio do Tauá, no nordeste paraense, e região, nesta terça-feira (3).

Dois homens em um caminhão, prestes a atravessar uma ponte de madeira, registraram a caminhada das duas onças-pintadas. Protegidos pela cabine do veículo, os homens tentam interagir com os animais, que fogem para o interior da mata com a aproximação do veículo. Em momento algum do vídeo os dois dizem onde estão.

LEIA TAMBÉM:
- Noiva denuncia empresa de ônibus que obrigou embarcar pet com malas em Goiânia

A reportagem entrou em contato, por telefone, com o responsável pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Lio Silva de Souza, na tentativa obter mais informações sobre o registro em vídeo dos dois felinos na região, que informou apenas que o expediente havia encerrado às 13h30 e que só poderia responder na manhã de quarta-feira (4).

Já a assessoria de comunicação da Prefeitura de Santo Antônio do Tauá informou que as filmagens teriam ocorrido em uma das pontes que liga o município com a região das ilhas, via rodovia PA-140, mas ainda não há confirmação se os felinos foram avistados pela população que mora nas comunidades. 

À reportagem, também por telefone, o Corpo de Bombeiros do Pará informou que não foi notificado, mas que tomou conhecimento das imagens e está apurando a ocorrência. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) também não foi notificado.

A diferença de tamanho entre os dois felinos pode indicar que se tratam de mãe e filhote (Reprodução)
As duas onças-pintadas fugiram com a aproximação do caminhão (Reprodução)

Espécie é ameaçada em várias regiões

A onça-pintada (Panthera onca) o maior felino do continente americano, e um animal de corpo robusto, dotado de grande força muscular, sendo a potência de sua mordida considerada a maior dentre os felinos de todo o mundo. Outra característica marcante dessa espécie é que ela não mia como a maioria dos felinos.

Tem vários tipos de habitat, desde florestas como a Amazônica e a Mata Atlântica, até em ambientes abertos como o Pantanal e o Cerrado. São animais de hábitos solitários, tendo maior atividade ao entardecer e à noite mas também pode ser ativo durante o dia.

Os machos e as fêmeas encontram-se apenas no período reprodutivo. A mãe cuida do filhote até que ele complete cerca de dois anos e neste período o ensina a caçar e a sobreviver.

A destruição de habitats aliada à caça predatória fazem com que as populações venham sendo severamente reduzidas. É classificado pela União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN) como "Quase ameaçado" e pelo Ibama como espécie vulnerável.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM PARÁ