Show com aglomeração em Tailândia vira assunto nacional no Twitter

Evento teve quase seis horas de duração e teve como destaque a apresentação da cantora Mariana Fagundes

Victor Furtado

Em Tailândia, a 200 km de Belém, no nordeste do Pará, um evento em praça pública virou assunto nacional nas redes sociais. O destaque foi o show da cantora Mariana Fagundes, contratado, como informou a própria assessoria de imprensa, pela prefeitura do município. Em vídeo publicado nos perfis digitais da artista, a praça aparece lotada. Várias críticas à aglomeração foram feitas, já que a pandemia de covid-19 não acabou. O fato de ser uma área aberta não torna as coisas mais seguras.

LEIA  MAIS:
Prefeitura diz que show lotado de Mariana Fagundes em feira 'seguiu protocolos'

 

 

O Governo do Estado tem reiterado que não há uma segunda onda de covid-19 no Pará. Os números dos boletins epidemiológicos têm sido menores que em outros meses, mas seguem com registros diários de pessoas adoecendo ou morrendo devido à pandemia. Neste domingo, o estado registrou 241.262 casos confirmados e 6.682 mortos. Em Tailândia, com população de quase 109 mil pessoas, há 2.216 casos e 36 mortes, com uma taxa de letalidade de 1,62%.

No texto da assessoria de imprensa da cantora Mariana Fagundes, a pandemia é destacada como motivo para o afastamento dela dos palcos por oito meses. ”É muito bom poder estar de volta nessa cidade que eu amo! Que saudade que eu tava sentindo do palco! Obrigada, Tailândia!” declarou a cantora.

Por conta de medidas tomadas contra a aglomeração na abertura de uma megaloja de departamentos, em Belém, várias pessoas têm marcado o governador Helder Barbalho nas redes sociais, onde o governador é bastante ativo para se comunicar diretamente com a população. O prefeito Paulo Liberte Jasper, conhecido como "Macarrão", é candidato à reeleição.

Prefeitura e Sespa respondem após repercussão  


A Prefeitura Municipal de Tailândia falou sobre ocorrido na manhã desta segunda-feira (19). Segundo o município, o "show da cantora e sua banda não foi contratado pela prefeitura de Tailândia", e sim pelos responsáveis da Feira de Exposição do Agronegócio de Tailândia (Expotai), que "está em sua 17 edição de tradição, trazendo a cultura regional e nacional ao povo do município e fechando negócios para o desenvolvimento econômico da região".

O município disse também que Tailândia "é um dos  municípios que podem adotar suas próprias medidas de segurança, como foi feito através do Decreto Municipal 017/2020". Além disso, pondera a prefeitura, "Tailândia é um dos municípios paraenses, onde a taxa de contágio do novo coronavírus (covid-19) é estável e está com tendência de queda desde o último mês de maio", detalha a nota.

A Prefeitura Municipal de Tailândia disse ainda que o show de Mariana Fagundes "seguiu todos os protocolos estadual e municipal, sem falar do controle sanitário de medição de temperatura, distribuição de máscaras e álcool em gel na entrada do Texas Rodeio, que contou com apoio da Secretaria de Saúde, com ambulâncias, helicóptero UTI e Carreta da Saúde".

Procurada também pela redação integrada de O Liberal para comentar o episódio, a Secretaria de Saúde Pública do Estado do Pará (Sespa) se limitou a informar que a fiscalização e a liberação de eventos são de responsabilidade do município.

"Ao Estado cabe sinalizar, por região, o bandeiramento: taxa de ocupação de leitos e de contaminação pela covid-19 para abertura gradativa de atividades em cada região".

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ