'Reconhecimento', diz cônego Cavalli após Berlinda de Nazaré se tornar patrimônio imaterial do Pará

A Festividade de São Benedito, no município de Ananindeua, também foi elevada ao mesmo patamar cultural após lei assinada pelo governador Helder Barbalho

Eduardo Rocha
fonte

Duas expressões da fé da população paraense - a Berlinda de Nossa Senhora de Nazaré e a Festividade de São Benedito, no município de Ananindeua - são declaradas como patrimônio cultural de natureza imaterial do Estado do Pará. Isso porque no Diário Oficial do Estado (DIOE), foram publicadas duas leis nesse sentido, devidamente assinadas pelo governador Helder Barbalho, após a Assembleia Legislativa do Estado (Alepa) estatuir.

A Lei nº 9.742, datada de 24 de novembro de 2022, enfoca a Berlinda de Nossa Senhora de Nazaré e a Lei nº 9.743, de 24 de novembro de 2022 abordando a Festividade de São Benedito, no Município de Ananindeua.

VEJA MAIS

image Berlinda e Festividade de São Benedito são declarados patrimônios imateriais do Pará
Decretos foram publicados no Diário Oficial do Estado do Pará nesta sexta-feira (25)

O cônego Roberto Cavalli, cura da Sé, resssaltou a importância da Berlinda de Nazaré para o Círio. "Nós temos assim, então, o reconhecimento desse grande símbolo do Círio de Nossa Senhora de Nazaré. O que é a Berlinda? A Berlinda é aquele carro que é preparado para receber a imagem.Então, é um local especial, onde se coloca a imagem da Virgem de Nazaré. É um dos símbolos do Círio", pontuou o cônego.

"Nós acolhemos esta lei estadual tornando assim essa Berlinda patrimônio cultural, mostrando assim, também, a importância dela diante de todo o contexto do Círio de Nossa Senhora de Nazaré. Mostrando que devemos olhar para a Berlinda como esse símbolo que nos leva até a imagem; quando nós vemos o desenho da Berlinda lembramos da imagem e, ao fazermos isso, lembramos de Nossa Senhora, nossa Mãe, Mãe de Jesus, pedindo que ela interceda por nós, que nos ajude na caminhada, que nós possamos imitá-la para seguirmos o seu filho Jesus. Então, é com grande alegria que nós recebemos esa notícia destacando a importância desse símbolo para o Círio de Nossa Senhora de Nazaré", arrematou Roberto Cavalli.

História

Como informa a Diretoria da Festa de Nazaré, no site oficial do Círio de Nazaré, a Berlinda começou a ser utilizada no Círio a partir de 1882, por sugestão do bispo Dom Macêdo Costa. Até então a imagem era conduzida no colo pelo capelão do Palácio do Governo, como era tradição desde o primeiro Círio, em um palanquim, uma espécie de liteira fechada presa a um varal levado no ombro por quatro ou seis homens, veículo comumente utilizado à época por pessoas abastadas e autoridades.

A partir da utilização da Berlinda, puxada por cavalos, a imagem passou a ser levada sozinha. Em 1885, foi introduzida a corda. No ano de 1926, entre as diversas mudanças sugeridas pelo então arcebispo de Belém, Dom João Irineu Joffily, a Berlinda foi substituída por um andor e assim permaneceu até o Círio de 1930, quando retornou.

A Berlinda atual é a quinta da história. Foi confeccionada em 1964, pelo escultor João Pinto. Ela tem estilo barroco e foi produzida em cedro vermelho. Conforme a tradição é ornamentada com flores naturais, sendo utilizada no Círio e na Trasladação. Para as demais romarias oficiais são utilizadas berlindas menores e mais simples, com exceção à Romaria das Crianças e à Procissão da Festa, quando é utilizado o nicho onde a imagem era colocada no presbitério da Basílica (tradição que permaneceu desde a entronização da imagem original até o Concílio Vaticano II), colocado em um andor com rodas. No Recírio a imagem é levada em um andor nos ombros.

Em 2012 a Berlinda passou por uma reestruturação, quando foi inserida uma nova cobertura de folhas de ouro. A reforma envolveu também a implantação de um moderno sistema de iluminação em fibra ótica, com luz branca no interior, representando a paz e a pureza de Nossa Senhora, e amarela na parte exterior realçando os detalhes da estrutura. Todos os anos, antes do Círio, a Berlinda passa por pequenos reparos.

Pará
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ