Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Procura pela vacina contra covid-19 tem aumentado em Santarém

Os números de casos graves envolvendo pessoas não vacinadas têm contribuído também para essa procura

Andria Almeida / O Liberal

Hospital de referência para atendimento da Covid-19 em Santarém, oeste do Pará, têm registrado neste mês de novembro doentes positivados sem alguma dose da vacina. Dos 20 pacientes internados na última segunda-feira, 28 de novembro, do Centro Especializado de Atendimento a Covid-19 (CEACovid-19) da Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas, 11 não tomaram vacina ou só tomaram uma dose e 8 não receberam nenhuma dose. Mesmo diante desse dado, a prefeitura da cidade afirma que a procura pelo imunizante tem aumentado.

O paciente Hélio de Melo, 60 anos, recebeu alta do CEACovid-19 no dia 16 de novembro e afirmou não ter tomado nenhuma dose da vacina. No momento da saída, ele agradeceu à equipe de plantonistas e fez o alerta. “Gente, eu não tomei a vacina, mas eu digo para todos que devem tomar sim, mesmo que ela tenha sido feita rápido. Eu louvo a Deus pela minha vida e vou tomar todas as doses”, desabafou.

Imunização da população

A coordenadora da atenção primária em Saúde do município, Irlaine Figueira, relatou que após casos confirmados da variante Delta no município a procura pelo imunizante tem aumentado. “Os números de casos graves envolvendo pessoas não vacinadas têm contribuído também para essa procura. A expectativa é que aumente ainda mais com o anúncio do governador sobre restrições para os não vacinados”, enfatizou.

A vacinação segue no município em cinco escolas que funcionam como ponto de apoio às UBSs, além de postos itinerantes que ficam uma semana em cada bairro. Essa semana o posto itinerante está funcionando na Igreja Cristo é Vida, localizada na avenida Presidente Vargas.

Durante a manhã de ontem, 300 pessoas foram imunizadas no posto, que deve funcionar até a sexta-feira na igreja. Já no dia de hoje, 328 pessoas foram imunizadas no ponto de vacinação. Apesar do alto número, não houve fila, a média de tempo de aplicação por pessoa foi de 8 minutos entre o preenchimento da carteira e a vacinação.

De acordo com dados da 9° Centro Regional de Saúde, Belterra, Prainha, Juruti e Mojuí dos Campos são os municípios que mais aplicaram a primeira dose com índices que superam 80%. Santarém segue com 78,70% da população que já iniciou a imunização.

O professor Carlos Erlon, foi um dos imunizados, para ele a vacina representa segurança.” Queremos viver, passar mais tempo com a família. A vacina dá essa segurança de vida para que a gente possa atravessar esse momento. Já melhorou um pouco, mas é importante continuar os cuidados”, alertou Carlos.

Para receber a vacinação as pessoas devem levar o CPF, Cartão do SUS e Carteira de Vacinação. Quem quiser também pode utilizar o aplicativo ConectSUS junto com um documento com foto.

Palavras-chave

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ