Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Perda de peso e redução de colesterol; conheça os benefícios da acerola

A fruta rica em vitaminas também pode ter nos subprodutos - casca, polpa e sementes - importantes aliados na nutrição e com preços acessíveis durante quase o ano todo

O Liberal

A acerola é conhecida por fortalecer a imunidade e ser uma grande fonte de vitamina C. O consumo dos subprodutos da fruta, como casca, polpa e sementes, além de diminuir níveis de colesterol, podem auxiliar na perda de peso. Essa é uma descoberta realizada no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Nutrição da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), pela pesquisadora Kamila Sabino Batista. O resultado da pesquisa é boa notícia a todos que gostam de consumir a fruta como suco ou in natura. É uma proposta de alimentação nutritiva e de preço muito acessível: 500 gramas podem custar R$ 2 ou menos em qualquer feira de Belém. A fruta está disponível quase o ano todo.

Em entrevista para a imprensa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), a pesquisadora informou que investigou o consumo da fruta no tratamento da dislipidemia, uma doença crônica que causa aumento de lipídios e gorduras, como triglicerídeos, colesterol, LDL e VLDL, ambos conhecidos como "colesterol ruim". Os resultados foram além do esperado. O consumo levou à redução desses elementos no sangue e  também à perda de peso.

"Um dos objetivos da pesquisa foi determinar os compostos bioativos do subproduto de acerola, como fibras dietéticas, carotenóides, vitamina C e compostos fenólicos, bem como seu potencial antioxidante in vitro. [...] O consumo aumentou as contagens de bactérias benéficas e reduziu a contagem de bactérias potencialmente patogênicas no cólon, induziu maior eliminação de gorduras, carboidratos (ou açúcares) e ácidos biliares nas fezes – o que pode ter contribuído com a redução de lipídios no sangue e fígado –, reduziu a inflamação no cólon e fígado, elevou a produção de ácidos cítrico e acético, que podem equilibrar as vias metabólicas de produção de energia celular", explicou a mestranda Kamila Sabino, responsável pela descoberta.

Para a cientista, a pesquisa pode facilmente ser aplicada no dia-a-dia. Com os recentes estudos, ela acrescenta que os resultados podem embasar outros trabalhos que buscam fortalecer o conhecimento sobre as frutas no país. Ademais, grandes possibilidades de reaproveitamento podem surgir. Os subprodutos da acerola são uma matéria prima de baixo custo e, geralmente, são descartados no meio ambiente.

"A indústria de alimentos pode transformar o subproduto de acerola em farinha para consumo direto por humanos; utilizá-lo como ingrediente de outros alimentos, como barras de cereal, biscoitos, pães e bolos, entre outros produtos. Ou ainda, a indústria farmacêutica pode isolar e concentrar seus compostos bioativos em cápsulas para consumo humano visando utilizá-lo como adjuvante de dislipidemias e outras doenças crônicas", ressalta.

O feirante Mauri agora vai sempre reforçar os benefícios da fruta aos clientes para vender mais nos tempos de crise (Ivan Duarte / O Liberal)

Consumidores de Belém ficam felizes em saber dos benefícios da acerola

A acerola também pode facilmente ser encontrada durante todo o ano. No Pará, por conta do clima propenso a chuvas, a fruta costuma ter várias safras anuais e, principalmente, no inverno. A Centrais de Abastecimento do Pará (CEASA-PA) aponta que a acerola tem forte produção regional, tendo como principais produtores os municípios de Curuçá, Santa Izabel do Pará, Igarapé-açu, Castanhal e Santo Antônio do Tauá. 

Na barraca do feirante Mauri Ferreira, as acerolas do dia vieram do município de Marapanim, no nordeste do estado. Vendedor de frutas há 20 anos, para ele, é novidade saber que a fruta tão usada para aumentar a imunidade do corpo também ajuda na perda de peso. "Eu sempre tenho a fruta na barraca. Em algumas épocas, o preço aumenta, mas agora, no final de ano, os clientes conseguem achar até 1 real. Agora, sabendo desses novos benefícios, falarei para os consumidores e irei reforçar como higienizar melhor as frutas para garantir mais qualidade", conta.

Com bastante surpresa, o engenheiro Ricardo Angelim soube dos novos benefícios da fruta para a saúde e garantiu três pacotes da fruta para ser consumido de várias formas. "Quase diariamente a acerola já está inserida na minha rotina. Descobrir dessa redução do colesterol ruim é muito bom e irei melhorar mais ainda. Eu tomo o suco da fruta e nesses tempos de pandemia, a minha família até passou a consumir mais para manter a imunidade forte", disse.

(Karoline Caldeira, estagiária sob a supervisão de Victor Furtado, coordenador do Núcleo de Atualidades)

Palavras-chave

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ