Pará disponibiliza 30 leitos em Belém para pacientes com covid-19 do Amazonas

Mais cedo, a Sespa informou que não havia possibilidade para receber pacientes de outros estados, mas o governador Helder Barbalho anunciou a decisão em seguida

João Thiago Dias

O governador do Pará, Helder Barbalho, anunciou na noite desta quinta-feira (14), às 20h52, por meio das redes sociais dele, que disponibilizou 30 leitos da capital paraense para pacientes com covid-19 do estado do Amazonas. O governador disse que tinha acabado de oferecer este apoio em contato com o governador do Amazonas, Wilson Lima.

"Fiz contato com o governador@wilsonlimaAM, do Amazonas, oferecendo 30 leitos em Belém a pacientes em tratamento da Covid-19. Toda a minha solidariedade aos irmãos amazonenses neste momento difícil", disse Helder Barbalho, no Twitter e no Instagram. "Obrigado, governador! O povo do Amazonas agradece.", comentou Wilson Lima, citando o tweet com o anúncio feito por Helder Barbalho. 


Mais cedo, às 19h19, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) tinha informado que, no momento, não tinha possibilidade de recebimento de pacientes de outros estados no Pará. Até então, não era verdade a informação publicada em alguns portais e sites de notícias, afirmando que o estado já teria feito o acordo com o Ministério da Saúde para recebimento de pacientes de Manaus.

A decisão só foi oficializada com o anúncio feito pelo governador Helder Barbalho, quase duas horas depois. Em seguida, o perfil do Governo do Pará no Twitter também divulgou a notícia, mas ainda não informou detalhes sobre quando e como serão feitas as transferências. 

Transferências do Amazonas

De acordo com o Governo do Amazonas, um plano de cooperação com o governo federal foi lançado nesta quinta-feira, para o transporte aéreo e tratamento, em um primeiro momento, de 235 pacientes acometidos pela covid-19 em Manaus, cujos quadros clínicos são considerados moderados.

A medida foi tomada com base na escassez de oxigênio para suprir a demanda gerada com o aumento de hospitalizações decorrentes da pandemia na rede pública estadual de saúde.

Cem pacientes serão transferidos para hospitais da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), no Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Goiás e Distrito Federal, além de mais 100 para a rede estadual de saúde de Goiás. A informação foi publicada às 16h35, no site oficial do Governo do Amazonas, em www.amazonas.am.gov.br.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ